Início Artigos Educacionais Como acontece a aprendizagem no brincar e como a brincadeira é essencial...

Como acontece a aprendizagem no brincar e como a brincadeira é essencial para a formação sócio educacional da criança.

Como acontece a aprendizagem no brincar e como a brincadeira é essencial para a formação sócio educacional da criança.
Como acontece a aprendizagem no brincar e como a brincadeira é essencial para a formação sócio educacional da criança.

Como acontece a aprendizagem no brincar e como a brincadeira é essencial para a formação sócio educacional da criança.

É através do brincar as crianças podem exercer sua capacidade de criar, condição imprescindível para que haja riqueza e diversidade nas experiências que lhes são oferecidas nas instituições, sejam elas mais voltadas ao lúdico ou às aprendizagens que ocorrem por meio de uma intervenção direta. Sendo assim quando a criança está brincando a criança cria situações imaginárias que lhe permite operar com objetos e situações do mundo dos adultos.

Como acontece a aprendizagem no brincar e como a brincadeira é essencial para a formação sócio educacional da criança.
Como acontece a aprendizagem no brincar e como a brincadeira é essencial para a formação sócio educacional da criança.

Enquanto brinca, seu conhecimento se amplia, pois, ela pode  fazer de conta que age de maneira adequada ao manipular objetos com os quais o adulto opera e ela ainda não. A criança nos primeiros anos de vida desenvolve os movimentos que é o elemento-chave das brincadeiras. À medida que a criança cresce, a presença de objetos na brincadeira vai aumentando. Com os jogos que envolvem apenas os movimentos persistem e passam a envolver regras mais complexas para o aprendizado dos mesmos. Acredito que o brincar na Educação Infantil serve como o eixo orientador e estimulador para o desenvolvimento e o desempenho de suas atividades, mostrando assim, que é necessário que o professor tenha consciência do valor pedagógico das brincadeiras e dos jogos para a criança já desde a educação infantil.

As variações das brincadeiras na Educação Infantil vão promover um maior desenvolvimento da criança que pode favorecer uma prática voltada para um relacionamento mais reflexivo, entre muitas outras contribuições do brincar para a prática pedagógica, na educação infantil.

A importância da Infância e o Brincar O significado e a noção de criança e infância é algo historicamente construído, ele possui perspectivas diferentes de acordo com a sociedade e também com cada período histórico tomado como base para a pesquisa. O seu significado vai depender do contexto onde surge e como se dão as relações sociais, históricas, políticas e culturais dentro do contexto estudado.

Considera-se criança a pessoa até doze anos de idade incompletos para as regras leis a ações tomadas no Brasil o parâmetro para a definição de criança é esta faixa etária, logo o período da infância coincide com o período em que os indivíduos são considerados crianças. A conceituação da criança e da infância é algo construído pelo adulto, essa construção faz parte de um processo duplo que num primeiro momento tem toda uma associação com o contexto, regras e valores colocados pela sociedade e outro que traz as percepções do adulto com relação as suas memórias, ou seja, a concepção de infância acaba por ter em seu conteúdo uma visão idealizada do passado do adulto somada com a visão trazida pela sociedade. A criança não é, e não pode ser vista um adulto em miniatura, ela ainda precisa passar por diversas fases de sua vida, o desenvolvimento motor, físico, cognitivo e social para chegar a fase adulta e o brincar é um dos elementos necessários ao seu desenvolvimento. O ato de brincar, como já foi visto, é algo intrínseco ao ser humano e que está presente em sua vida, sobretudo, durante a infância. Qualquer ação pode ser considerada brincadeira, não há nenhum traço específico para determinar quais formas de agir podem ser consideradas e interpretadas como tal. Para que se identifique e se ação realizada é uma brincadeira, basta que os sujeitos envolvidos nela e a determinem dessa forma. Todo jogo e toda a brincadeira pressupõe uma cultura específica que pode ser denominada cultura lúdica, um conjunto de procedimentos que tornam a ação do jogo e a atuação dos que brincam, possível. Kishimoto (2008 p.24) afirma que “Dispor de uma cultura lúdica é dispor de um número de referências que permitem interpretar como jogo atividades que poderiam não ser vistas como tal para outras pessoas”.

Escrito por: Prof Marcos L Souza, autor do livro “Práticas lúdicas na Educação Infantil” –Facebook: Aqui.


Veja outras colaborações do mesmo autor:

Se gostou da postagem “Como acontece a aprendizagem no brincar”, deixe sua avaliação, isso é muito importante para nós. Faça isso deixando um comentário ?

Curta nossa página no Facebook: @SÓESCOLA



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here