Stress infantil


O stress nada mais é do que uma reação do organismo a situações difíceis ou excitantes e, evidentemente, também pode ocorrer em crianças de todas as idades, se manifestando através de sintomas físicos ou psicológicos.

Frequentemente, os adultos responsáveis acabam sendo incapazes de reconhecer que a criança está sob forte domínio do stress, devido as suas peculiaridades.

A criança que não consegue saber claramente o que está sentindo, passa como sendo malcriada ou birrenta, quando na verdade ela está sofrendo a ação nefasta do stress excessivo, que se não tratado e prolongado, pode levar a uma série de doenças e problemas de adaptação, inclusive na escola.

Kit Alfabetização Só Escola

Além disso, a criança que não aprende a lidar com a tensão quase sempre se torna um adulto vulnerável. Por isso, é extremamente válido aprender a lidar com esse tipo de problema ainda na infância, evitando a necessidade de reeducação durante a fase adulta.

Principais causas do stress infantil:

  • Morte na família.
  • Brigas constantes entre os pais.
  • Separação de pais.
  • Mudança de cidade ou escola.
  • Escolas ruins.
  • Professores inadequados.
  • Atividades em excesso.
  • Viagens longas.

Principais sintomas físicos do stress infantil:

  • Dor de barriga.
  • Diarreia.
  • Dor de cabeça.
  • Náusea.
  • Hiperatividade.
  • Dislexia.
  • Bruxismo.
  • Distúrbios alimentares.

Principais sintomas psicológicos do stress infantil:

  • Terror noturno.
  • Medo ou choro excessivo.
  • Agressividade.
  • Impaciência.
  • Ansiedade.
  • Desobediência.
  • Hipersensibilidade.

Principais soluções para o stress infantil:

  • Identificar os motivos e, se possível, diminuir a pressão sobre a criança. Saber dosar.
  • A criança super protegida não desenvolve imunidade ao stress.
  • Quando não for possível protegê-lo do stress excessivo (como no caso de uma perda familiar ou mudança de cidade), é necessário fortalecer a criança para lidar com a situação do melhor modo possível.



  • Deixe um Comentário