O corvo e a raposa


O corvo e a raposa – Esopo, um dos mais conhecidos fabulistas da Grécia antiga, foi o autor de um dos mais completos legados literários de sua época. 

Suas obras, em que os protagonistas geralmente são animais, distinguem-se pela profundidade de suas idéias e seus ensinamentos, mas ao mesmo tempo são escritas em uma linguagem muito simples que as crianças pequenas podem entender.

Veja também:

Kit Alfabetização Só Escola

O corvo e a raposa – Fábula de Esopo

Fábulas de Esopo para crianças

Um grande corvo negro estava voando sobre um campo de milho dourado, quando viu uma família comendo à sombra de um castanheiro.

– Que sorte – ele pensou – Certamente, eles vão deixar uma mordida deliciosa.

Com essa ideia em mente, ele se estabeleceu em um galho, logo acima deles.

Ele esperou e esperou até que sua paciência fosse recompensada. Quando saíram, os caminhantes deixaram um grande pedaço de queijo.

– Fiz bem em esperar “- pensou o corvo, pulando para pegar o queijo com o bico – Quão inteligente sou!

Quase sem tocar o chão, ele retornou ao galho da árvore. Eu estava prestes a começar a comer quando uma cadela saiu do milharal.

– Que cheiro rico! – ele disse, lambendo o nariz.

Sua boca se regou com aquele cheiro que veio de cima. Então ele viu o corvo com seu belo pedaço de queijo no bico. A raposa gostava muito de queijo e era muito inteligente. Então ele disse:

– Que lindo pássaro você é, corvo! Com suas penas tão brilhantes, seu bico tão afiado e seus olhos tão redondos!

O corvo adorou esses elogios. Com a cabeça erguida, ela desfilou pelo galho, esperando receber mais elogios. E assim foi.

– Um pássaro tão lindo como você deve ter uma voz maravilhosa “- a raposa disse-lhe astutamente – Se você quisesse cantar para mim, você me faria muito feliz.

Ao ouvir isso, o corvo puxou o peito, abriu o bico e deu um grasnido alto.

Instantaneamente o pedaço de queijo caiu de sua boca, indo para a boca da raposa, que estava esperando embaixo.

– Obrigado, querido corvo – exclamou – Agora você saberá qual é o preço da vaidade.

E rindo, ele comeu o queijo em uma mordida.

O corvo e a raposa

Fique sempre por dentro das nossas postagens e se gostou da postagem “O corvo e a raposa – Fábula de Esopo”, não deixe de compartilhar com seus amigos nas redes sociais e também deixe um comentário aqui em nosso site com sua opinião e sugestões para outras postagens.

Curta e Compartilhe com seus amigos: @SÓ ESCOLA.




Kit Educação Especial
  • Deixe um Comentário