Artigos Educacionais

Quadro comparativo das concepções de aprendizagem


Quadro comparativo das concepções de aprendizagem: Piaget, Vygotsky e Wallon. (por Lucia D Rodrigues)

Não deixe de ver: Piaget X Vygotsky – Entendendo as teorias de aprendizagem e linguagem.

Quadro comparativo das concepções de aprendizagem

Dados Pessoais:

Jean Piaget (1896 – 1980), pesquisador e filósofo suíço, formou-se em ciências naturais.

Lev Semenovich Vygotsky (1896 – 1934) formou-se em Direito e estudou Literatura e História.

Henri Wallon (1879 – 1962), pesquisador e professor francês, graduou-se em medicina e estudou psicologia e filosofia.

Teoria da Psicogênese:

Piaget:

O desenvolvimento cognitivo e afetivo se dá em estágios sequenciais. Os estágios são:

  • Sensório-motor (0-2 anos)
  • Pré-operatório (2-7 anos)
  • Operatório concreto (7-11 anos)
  • Operatório formal (11-15 anos ou mais)

Vygotsky:

O desenvolvimento da estrutura cognitiva humana é um processo que se dá na apropriação da experiência histórica e cultural.

Wallon:

O desenvolvimento cognitivo e afetivo se dá em estágios de maneira descontínua, a partir do potencial genético, inerente a espécie, e a fatores ambientais e socioculturais.

Os estágios são:

  • Impulsivo-emocional
  • Sensório-motor e projetivo
  • Personalismo
  • Categorial
  • Puberdade e adolescência.

Como pensavam o processo de aprendizagem

Piaget:

  • A aprendizagem está condicionada ao desenvolvimento cognitivo e afetivo e seus estágios.
  • Enquanto sujeito de seu conhecimento, o homem tem acesso direto aos objetos e eventos.
  • Ao professor cabe pensar e desenvolver situações de aprendizagem que sejam ao mesmo tempo compatíveis com o estágio de desenvolvimento cognitivo no qual o aluno se encontra e representem, também, um desafio aos mesmos.

Vygotsky:

  • Desenvolvimento e aprendizagem são processos concomitantes, interdependentes e recíprocos.
  • Enquanto sujeito de seu conhecimento, o homem não tem acesso direto aos objetos e eventos. Este acesso é mediado pela linguagem.
  • O professor é mediador do processo de ensino aprendizagem. Ação docente deve acontecer dentro da Zona de Desenvolvimento Proximal. Para isso, ele deve conhecer os saberes prévios daqueles a quem ensina, planejar o processo de aprendizagem com o objetivo de atingir o potencial do aluno, em um processo de construção do conhecimento. O professor nunca abrir mão da reflexão sobre sua prática pedagógica e deve encorajar o aluno assumir a responsabilidade por sua própria aprendizagem.

Wallon:

  • Desenvolvimento e aprendizagem são diretamente influenciados por aspectos culturais e orgânicos de cada indivíduo.
  • Enquanto sujeito de seu conhecimento, o homem não tem acesso direto aos objetos e eventos. Este acesso é mediado pela afetividade.
  • Ao professor e escola cabe conhecer o contexto no qual a criança está situada, ou seja, sua história. Isso trará maior possibilidade de compreensão da inter-relação entre o desenvolvimento dos domínios afetivo, cognitivo e motor.

Principais semelhanças entre eles:

  • Os três eram sociointeracionistas. Portanto, pensavam o homem como um ser social;
  • Tinham formação acadêmica em outras áreas que não a educação;
  • Deram contribuições valiosas à educação através das teorias psicogenéticas;
  • Acreditavam que o conhecimento é construído gradualmente;
  • Levaram em conta a base biológica do funcionamento psicológico.
  • Acreditavam que os processos filogenéticos e ontogenéticos tinham implicações diretas no desenvolvimento.

Principais diferenças entre eles:

  • Piaget e Wallon focaram suas analises sobre o desenvolvimento cognitivo e afetivo do nascimento à adolescência. Vygotsky pensou o desenvolvimento e aprendizagem como algo que ocorre por toda vida.
  • Para Piaget, conhecimento é construído do individual para o social, enquanto Vygotsky e Wallon, do social para o individuo.
  • Piaget via o desenvolvimento cognitivo e afetivo como uma “marcha para o equilíbrio”.
  • Embora os três pensassem o homem como um ser social, Piaget privilegiava a maturação biológica como condição ao desenvolvimento cognitivo (aprendizagem); Vygotsky, a interação social; Wallon, a afetividade.
  • Para Piaget, os estágios de desenvolvimento eram ordenados e universais. Para Wallon, os estágios sofriam rupturas e retrocessos.
  • Vygotsky e Wallon viam o desenvolvimento com resultante do meio. Portanto, se o meio mudasse, isso impactaria o desenvolvimento.
  • Para Piaget, o desenvolvimento cognitivo é determinado pela oposição da coação à cooperação. Vygotsky vê questões econômicas e socioculturais como determinantes. Wallon vê questões econômicas, socioculturais e afetivas como determinantes.
  • Piaget pensa o social e suas influências sobre os indivíduos pela perspectiva ética; Vygotsky, pela perspectiva cultural; e Wallon, pela perspectiva cultural e afetiva.
  • Para Piaget, o processo de pensamento é resultado dos esquemas; a linguagem é resultado do desenvolvimento dos processos mentais. Vygotsky e Wallon não só viam pensamento e linguagem com interdependentes e recíprocos, mas atribuía grande importância à aquisição da linguagem, pois ela diretamente influenciava as funções superiores. Porém, Wallon já via a emoção (o choro, o riso, tom de voz agradável ou desagradável) como a primeira linguagem da criança.

Confira também: Jean Piaget e os tipos de conhecimento


Referências Bibliográficas:

LA TAILLE, Yves; OLIVEIRA, Marta K; DANTAS, Heloysa. Piaget, Vygotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão. São Paulo: Summus Editorial, 1992 – 115 p.

WADSWORTH, Barry J. Piaget’s Theory of Cognitive and Affective Development. 3rd ed. Nova Iorque: Longman Inc., 1984.

FUNDAMENTOS EPISTEMOLÓGICOS DA APRENDIZAGEM. Unidade 4 (Apostila do curso de Educação e Tecnologia da Universidade Veiga de Almeida)

Quadro comparativo das concepções de aprendizagem – Piaget, Vygotsky e Wallon (Para Imprimir)

Quadro comparativo das concepções de aprendizagem: Piaget, Vygotsky e Wallon

Quadro comparativo das concepções de aprendizagem: Piaget, Vygotsky e Wallon

Quadro comparativo das concepções de aprendizagem: Piaget, Vygotsky e Wallon

Quadro comparativo das concepções de aprendizagem: Piaget, Vygotsky e Wallon

Quadro comparativo das concepções de aprendizagem: Piaget, Vygotsky e Wallon

Quadro comparativo das concepções de aprendizagem: Piaget, Vygotsky e Wallon – PDF

Confira o Quadro comparativo das concepções de aprendizagem: Piaget, Vygotsky e Wallon, criado pela Lúcia D Rodrigues em PDF. Para baixar é só clicar no link a seguir:



One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

x