Dicas para ensinar seu filho a se defender


Dicas para ensinar seu filho a se defender: Descubra algumas dicas para uma criança defender-se do bullying e crianças cruéis.

O bullying é um problema que está aumentando em todo o mundo. É uma das formas mais frequentes de intimidação física, social e psicológica entre as crianças. É um problema que não só afeta os relacionamentos da criança com seus pares, mas também prejudica sua auto-estima, segurança e confiança, mesmo afetando seu desempenho acadêmico.

O pior é que em muitos casos o bullying passa completamente despercebido, tanto para professores quanto para pais. Portanto, a melhor forma de prevenir isso é ensinar seu filho a lidar com uma criança cruel. Desta forma, não só você estará se preparando para evitar o bullying, mas você também estará ensinando-o a lidar com os conflitos, fazendo dele se tornar uma pessoa mais autônoma e autoconfiante.

Kit Alfabetização Só Escola

Veja Também:

Dicas para ensinar seu filho a se defender

Três dicas para ensinar seu filho a se defender

1. Ensine você a evitar ofensas

Todo ato de bullying começa com uma ofensa.

Portanto, a primeira coisa que você deve ensinar ao seu filho é efetivamente evadir as ofensas, então você estará fornecendo uma ferramenta que também irá servir sua vida futura. Algumas estratégias podem ser: ignorando os comentários da outra criança, respondendo como se a ofensa não importasse ou se retirasse com a cabeça reta como se não estivesse interessada no que eles estão dizendo. Faça ele entender que a evasão não é sinônimo de covardia, mas uma estratégia de enfrentamento útil quando você não pode atacar as circunstâncias.

2. Fornecer estratégias de controle emocional

É provável que a criança que está incomodando seu filho quer que ele fique bravo, chore ou perca o controle. Na verdade, é uma estratégia muito comum entre os perseguidores porque, desta forma, eles se sentem mais poderosos. No entanto, se a criança cede e mostra sua vulnerabilidade, ele pode passar o ponto de não retorno e, a partir desse momento, ele será freqüentemente perturbado. Por outro lado, se a criança não reagir às ofensas, o bullying provavelmente perderá o interesse em incomodá-lo. Obviamente, não mostrar emoções em uma situação ofensiva não é fácil e requer muita prática, mas com um pouco de paciência, o pequeno aprenderá. Você pode oferecer algumas estratégias muito fáceis e eficazes, como contar até 10, Coloque seu rosto neutro ou respire profundamente enquanto se afasta.

3. Incentive-o a buscar apoio de seus amigos

Pode ser difícil para uma criança enfrentar apenas os ataques de um assediante, porque é provável que esta situação o faça sentir impotente, inseguro e fraco. No entanto, tudo pode mudar se você tiver o apoio de seus amigos ou colegas de escola. Portanto, fale com seu filho e encoraje-o, se ele ou ela é assediado por outra criança, peça apoio de amigos na escola. Deixe-o saber que pedir ajuda às pessoas ao seu redor não é um sinal de fraqueza, mas um sinal de que ele é capaz de reconhecer suas fraquezas e buscar ajuda para resolver problemas que ele sozinho não conseguiu resolver. Além disso, o fato de ter outras crianças não só o tornará mais seguro e confiante, mas pode ajudar a resolver o conflito antes de se tornar ainda mais complicado e sem a necessidade de recorrer aos professores.


Dicas para ensinar seu filho a se defender

*Com informações do site ETAPA INFANTIL e Traduzido por SÓ ESCOLA.



  • Deixe um Comentário