Sugestões de atividades para trabalhar o Dia do Índio


Atividades para trabalhar o dia do índio – Foto reprodução – créditos: moderna.com.br
Nesta postagem trago para vocês várias sugestões de atividades para trabalhar  com o tema “Dia do Índio”, data comemorativa que é comemorada anualmente no dia 19 de abril.

Antes de começar deixo para vocês alguns links com outros posts deste tema:

Curumim vai brincar

O que fazer com seus alunos para comemorar o Dia do Índio
Objetivos:
★  Conhecer os primeiros povos do Brasil. 
★ Conhecer lugares que fazem parte da rotina dos povos indígenas. ★Pensar estrategicamente. 
★ Trabalhar as diversas linguagens do corpo humano.
No dia 19 de abril, comemora-se no Brasil o Dia do Índio. Essa data comemorativa foi criada em 1943, pelo presidente Getúlio Vargas, por meio de um decreto-lei, e foi escolhida por ter acontecido, nesse mesmo dia, só que no ano de 1940, o 1º Congresso Indigenista Interamericano, no México. Nessa data ocorrem diversos eventos em valorização à cultura indígena, e as escolas são um dos lugares que mais a festejam. Mas o que poder fazer com as crianças para comemorar esse dia tão especial em respeito a esses povos tão importantes no Brasil? No blog Criando Crianças, escrito por Denise Carceroni, ela divulga algumas brincadeiras e jogos interessantes para se fazer nessa data. Dicas bem interessantes para valorizar um povo que gosta de se reunir para essas atividades.

Dica de leitura! 

★ Uyrá – O Defensor do Planeta 
Uyrá é um curumim inteligente que vive em uma comunidade indígena da Floresta Amazônica. Ele adora aprender coisas novas, principalmente relacionadas à preservação da natureza e do nosso planeta. Para proteger a floresta, Uyrá conta com a ajuda de seus amigos e, ao lado deles, aprontam várias travessuras. Ao longo da história, Uyrá conhece um repórter que o ajudará a entender mais sobre as mudanças climáticas do mundo, sobre o aquecimento global e também conhece a história do líder ambientalista Chico Mendes — com quem acaba se identificando. 
Autor: Fernando Carraro 
Objetivos:
★ Identificar o espaço ocupado pelo índio (floresta) e suas características principais. 
★ Executar habilidades motoras fundamentais de locomoção, estabilização e manipulação.
CIRCUITO DE HABILIDADES MOTORAS
Explorando a floresta
Primeiro momento 
Converse com seus alunos sobre: onde o índio vive? O que podemos encontrar na mata?
Segundo momento
Construa um circuito que representa algumas situações que o índio vivencia em sua vida na mata:
► ► PONTE:
Material: banco sueco
Tarefa: atravessar o banco sueco de várias formas.
Dica de equilíbrio: afastar os braços.
► ► RIO:
Materiais: colchonetes
Tarefa: saltar para o lado oposto sem molhar o pé (pisar no colchonete).
Dica de impulsão: usar o braço.
Dica de aterrissagem: fazer a cadeirinha (flexionar os joelhos).
► ► ÁRVORES COM FRUTAS:
Materiais: objetos pendurados, bolinhas de tênis
Tarefa: acertar os objetos (frutas na árvore) com as bolinhas.
Dica para arremesso: estender o braço.
Dica para acertar: olhar para o alvo.
► ► TEIA DE ARANHA:
Material: corda elástica
Tarefa: passar por baixo/por cima da teia de aranha (corda elástica trançada) sem tocá-la.
Dica de execução: fazer devagar.
► ► CAMINHO DA ONÇA:
Materiais: cordas, arcos e cones
Tarefa: percorrer o caminho da onça passando sobre a corda sinuosa, pisando sobre as pedras (arcos) e fazendo zigue-zague nas árvores (cones).
Terceiro momento

Converse com os alunos o que eles aprenderam com a atividade e pergunte:
Qual lugar da nossa floresta foi mais fácil? E qual foi mais difícil?
Você sabia?
O Hino Nacional Brasileiro tem uma versão em tupiguarani. 
Veja o vídeo:
Saiba mais
No CD Meu Pé Meu Querido Pé, de Hélio Ziskind, tem uma música bem interessante para se trabalhar no Dia do Índio chamada Tu Tu Tu Tupi.


  • Deixe um Comentário