Como promover a escuta ativa nas crianças

Se você deseja que seus filhos cresçam sabendo o que é a escuta ativa, é importante educá-los com esse método como protagonista na paternidade. Além disso, a escuta ativa é a melhor forma que existe para poder se dirigir a outras pessoas, sendo a comunicação dentro da família ainda mais importante nesse sentido.

Embora seja verdade que quando falamos com as crianças é importante que nos coloquemos ao seu nível para que nos olhem nos olhos e vejam que estamos atentos ao que nos dizem. Há muito mais que é necessário saber para fazer a técnica corretamente.

A escuta ativa como comunicação familiar positiva

Cuidar da comunicação na família é essencial para estabelecer bons laços entre todos os coabitantes de um lar. Os pais são os que orientam essa forma de comunicação e dependendo de como o fizerem determinarão o estilo de comunicação de seus filhos.

As crianças aprenderão com seus pais como resolver conflitos na vida, como usar o pensamento crítico e respeitar a opinião dos outros. Para que isso aconteça, a comunicação deve ser positiva, deixando de lado qualquer estilo comunicativo agressivo (gritos, insultos, maus modos, etc.).

Também é importante que um estilo comunicativo passivo não seja a maneira usual de se relacionar em casa, onde o silêncio e as emoções bloqueadas são as respostas mais comuns.

É fundamental que os pais se concentrem na comunicação positiva onde a compreensão emocional e a assertividade sejam protagonistas em todos os momentos. É a melhor maneira de fortalecer o vínculo afetivo das crianças com seus pais.

Escuta ativa na comunicação domiciliar

Se você realmente deseja se conectar de maneira profunda com outra pessoa, a escuta ativa precisa entrar em cena, e é ainda mais importante dentro da família. Quando realmente queremos ouvir o outro, não basta apenas ouvir suas palavras… devemos também “ouvir” suas emoções através da empatia.

Para fazer isso você tem que olhar para a comunicação verbal e não-verbal. Muitas vezes, para uma boa escuta ativa, é preciso prestar mais atenção ao que não é dito do que ao que está sendo verbalizado… expressão facial, linguagem não verbal, etc.

Dessa forma, você realmente poderá “ouvir” aquela pessoa por completo, pois levaremos em consideração seus sentimentos e pensamentos mais profundos … que, às vezes, podem diferir do que realmente está sendo expresso verbalmente. Isso é essencial para aprender a ouvir ativamente outra pessoa.

Como estimular a escuta ativa

A fim de incentivar a escuta ativa em nossas crianças de uma maneira real, é importante que os seguintes conselhos sejam levados em consideração. Sempre que você ouvir ativamente seus filhos, você deve evitar:

  • distrações
  • interrupções
  • Julgar o que lhe diz
  • Minimizar suas emoções
  • Ser um “solucionador de problemas” sem permitir que a criança reflita sobre sua própria
  • Não acreditar no que ele te diz

Em vez disso, para incentivar uma boa escuta ativa, há alguns pontos que você deve ter em mente:

  • Estabelecer contato visual
  • Concentre-se na linguagem não verbal
  • Ser o espelho dele na comunicação (parafraseando o que ele diz, acenando com a cabeça, verificando o que ele diz, etc.)
  • Sorrir

Levando em conta tudo o que mencionamos acima, você pode ensinar seus filhos a serem um ouvinte ativo desde muito cedo. Mas lembre-se, para alcançá-lo, você deve primeiro ser um bom exemplo disso. Então, primeiro use o que você discutiu com seus filhos no dia a dia e, aos poucos, você perceberá que seus filhos também  terão aprendido a ouvir ativamente tanto dentro do núcleo familiar quanto fora dele.




  • Leave a Comment