Como Interpretar a escrita infantil?


aprendizagem da escrita faz parte da vida escolar da criança. Embora devamos ter em mente que cada um tem uma evolução diferente e pessoal, existem padrões que nos permitem avaliar a evolução do processo e detectar possíveis disfunções.

Como Interpretar a escrita infantil?Aprendendo a escrever

De rabiscar para escrever

A primeira manifestação gráfica que a criança tem são os rabiscos, já podemos intuir certos aspectos de sua personalidade. Embora eu insista que depende do desenvolvimento de cada criança, geralmente elas começam a rabiscar por volta dos 18-20 meses, se ficarem com lápis e papel. Com a idade de dois anos ele desenha linhas verticais e começa com linhas horizontais, e copia três traços, como uma cruz por exemplo. Aos quatro anos, ele executa perfeitamente a linha vertical, a horizontal, a circunferência e a cruz, e aos cinco, ele faz algo semelhante a um losango ou a um quadrado, embora ainda tenha que aperfeiçoá-lo.

Kit Alfabetização Só Escola

Só com a maturidade necessária

É muito importante que a criança tenha um certo grau de desenvolvimento intelectual, motor e afetivo antes de começar a aprender a escrever. O aluno deve estar muito bem disposto, pois escrever é um passo desde a gráfica lúdica, na qual a criança se expressa com liberdade de movimento e sentimento, até linhas abstratas que impõem limites ao espaço, uma maior coordenação grafomotora, redução da liberdade expressiva e um processo mental mais complexo.

Veja também: Jogos e brincadeiras educativas

Kit Só Escola Autismo

O que sua escrita nos diz

Através da escrita dos pequenos podemos conhecê-los muito melhor. Traços de personalidade, momento evolutivo. Mas acima de tudo, se houver problemas. A grafologia permite detectar certas disfunções e sofrimentos, diagnosticá-los e até às vezes, através da mesma escrita, corrigir esses problemas.

Superar as dificuldades

Há muitas crianças que têm dificuldade em dominar a escrita. Eles estão cientes de suas dificuldades e têm vergonha disso. O mais importante é devolver-lhes o gosto pela escrita. Por isso, a princípio, o esforço não deve ser direcionado para a escrita em si, mas para atividades próximas a ela, que conduzam, naturalmente e sem perceber, a uma maior facilidade na execução das letras e nas as distribuições espaciais. Enquanto escrever é um esforço, uma obrigação e um conflito, o problema não pode ser resolvido.


(QUER ACELERAR O PROCESSO DA LEITURA E ESCRITA DO SEU FILHO OU ALUNO?) O KIT SÓ ESCOLA contém centenas de atividades que podem ser utilizadas por professores ou pais/responsáveis que desejam reforçar ou acelerar aprendizado do seu filho ou aluno. (Clique Aqui)



  • Deixe um Comentário