De empregada doméstica à juíza: um relato de superação


De empregada doméstica à juíza: um relato de superação – Antônia Marina Faleiros é o nome desta mulher determinada a realizar seu sonho, mesmo sabendo que o caminho seria árduo.

Aos 21 anos de idade ela saiu do interior de Minas Gerais para buscar uma oportunidade na Capital. Antônia queria fazer faculdade e construir um futuro melhor do que as pessoas de sua terra conseguiam ter.

De início, ela passou um tempo na casa de parentes, mas com o tempo ela não queria mais viver de favor e arrumou um trabalho como empregada doméstica.

Kit Alfabetização Só Escola

As coisas teriam sido mais fáceis se seus patrões não achassem ruim que ela dormisse na casa deles. Não podendo pagar por um aluguel, Antônia passava a noite em um movimentado ponto de ônibus, fingido estar esperando a condução, até dar a hora de retornar para o trabalho.

Para que sua mãe não ficasse preocupada, quando se falavam por telefone ela dizia que morava na casa onde trabalhava. Tudo para não ter que deixar seu sonho de lado e voltar para o interior.

As oportunidades aparecem disfarçadas

Quando as pessoas são realmente determinadas a alcançar um objetivo, o universo conspira a favor e as faz enxergar oportunidade onde outros veem lixo, literalmente.

Kit Só Escola Autismo

Antônia começou a perceber que na lixeira que ficava ao lado de um cursinho por onde passava, havia folhas borradas com conteúdo que seria útil para ela estudar e prestar um concurso. Apesar de os papéis, passados por um mimeógrafo, estarem sujos com restos de café, davam para ler.

Depois de um tempo, Antônia percebeu que as folhas começaram a aparecer limpas, e hoje ela desconfia que a secretaria que as descartava tinha percebido que eram reutilizadas, e tomava o cuidado de não deixar estragar.

Depois de tanto esforço para conciliar trabalho e estudo, mesmo não tendo aonde morar, Antônia passou em terceiro lugar no concurso de Noção de Direito e sua vida, enfim, se transformou.

Hoje, ela é juíza da Varal Criminal de Lauro de Freitas, na Bahia, onde também apoia um projeto social para crianças. Antônia vê a sua história de superação como uma eterna inspiração para si mesma. Faz questão de usar sua profissão em benefício de pessoas como ela, que só precisam de espaço para alcançar grandes sonhos na vida.



  • Deixe um Comentário