A música como terapia no ambiente escolar

A música como terapia no ambiente escolar – A música como recurso terapêutico para o aluno hiperativo

A música como terapia no ambiente escolar

Um dos desafios desde século da vida escolar, tanto para quem ensina como para quem aprende, são alunos diagnosticados com hiperatividade: alunos que não conseguem ficar quietos e tumultuam o ambiente, prejudicando a sua aprendizagem e a da turma.

A partir da vivência com alunos hiperativos, percebeu-se a possibilidade da utilização da música com fins terapêuticos, centrada no auxílio à aprendizagem.

A música como terapia no ambiente escolar

A música como terapia no ambiente escolar

As técnicas musicoterápicas utilizadas combinam o agir-fazer musical com a terapia, pois tal como é definido pela literatura, o campo de atuação da musicoterapia envolve a combinação dinâmica de muitas disciplinas destas duas áreas do conhecimento, que devem misturar-se para chegar-se a um objetivo profissional (BRUSCIA, 2000).

Tem-se, de um lado, o fazer musical consciente e competente, com a devida noção do poder da música sobre os indivíduos, e por outro, técnicas de terapia.


  • Leave a Comment