Rapunzel


Breve história (resumo) de Rapunzel para ler com as crianças. Se você está procurando uma história infantil para entreter os pequenos em casa, Rapunzel é uma excelente opção.

Na verdade, ele é um dos mais famosos contos dos Irmãos Grimm,que conta a história de um jovem que passa a maior parte de sua vida trancado em uma torre sob a custódia de uma bruxa até que ele conhece o verdadeiro amor e Ela incentiva sua fuga para se casar com o príncipe de seus sonhos.

Rapunzel, uma linda história de amor para os pequenos em casa

Era uma vez um casal, um lenhador e sua esposa, que viviam muito felizes esperando pelo primeiro filho. O casal vivia em uma humilde cabana bem perto da casa de uma velha bruxa, que morava naquele lugar há muitos anos. A casa da feiticeira era uma das maiores da região e possuía um enorme jardim cheio de todos os tipos de vegetais frescos e saborosos.

Um dia, a esposa do lenhador se apaixonou por comer uma deliciosa salada feita com aqueles apetitosos vegetais cultivados no jardim da bruxa. No entanto, era um negócio muito difícil, já que a bruxa era conhecida por ser uma mulher muito gananciosa. Ansioso e querendo agradar sua esposa, o lenhador decidiu ir ao jardim da bruxa para procurar alguns desses vegetais. No entanto, a bruxa o pegou e disse furiosamente:

– Como ousa entrar aqui?

– Minha esposa vai ter um filho e precisa comer bem. Dizem que verduras e verduras são boas e necessárias, e você tem muito … – explicou o lenhador bastante assustado.

– Pegue o que quiser – a bruxa disse. – Mas espera! Em troca, você terá que me dar a criatura que nascerá.

O olhar penetrante e as palavras da bruxa assustavam tanto o lenhador que ele não podia fazer nada além de afirmar com a cabeça, aceitando o tratamento maligno. Depois de um tempo, o lenhador e sua esposa tiveram uma linda menina que, logo após nascer, reivindicou a bruxa.

A bruxa a chamava de Rapunzel, mas porque tinha medo de que ela escapasse ou que seus pais a resgatassem, ela a trancou em uma torre alta. Durante anos, a menina ficou confinada na torre sem poder sair, sua única ligação com o mundo era uma janela estreita. Como a torre não tinha portas ou escadas sempre bruxa chamada Rapunzel queria subir a partir da base da torre para que o jovem jogou suas longas tranças, que tinha crescido muito durante os longos anos de confinamento.

– Rapunzel, me jogue suas tranças! – a bruxa disse toda vez que ele chegou ao pé da torre.

Quando a jovem ouviu a bruxa, ela jogou as tranças pela janela para que ela subisse. E assim aconteceu dia após dia, a menina sentou-se na janela e de lá ela contemplou os prados verdes que cercavam a torre e cantavam, até que a bruxa veio para manter sua companhia.

Um dia, um príncipe que caminhava perto da torre ouviu Rapunzel cantar e foi cativado por sua bela voz. Ele gostou tanto da música que, sem pensar duas vezes, foi até a torre de onde vinha aquela melodia e começou a procurar uma entrada para subir e conhecer o dono de uma voz tão bonita. No entanto, seus esforços foram em vão porque, embora ele tenha procurado e revistado, não encontrou nenhum acesso à torre. Quando ele estava prestes a desistir, ele sentiu alguém vindo e correu para se esconder em alguns arbustos, então viu que uma mulher idosa se aproximou da torre e gritou:

– Rapunzel, me jogue suas tranças!

O jovem viu que uma empregada apareceu na janela e jogou longas tranças douradas. No dia seguinte, o príncipe se colocou ao pé da torre e pronunciou essas mesmas palavras. Sua estratégia funcionou e a jovem lançou suas longas tranças, o príncipe as levou e subiu ao topo da torre. Mas a pobre Rapunzel, que sempre viveu trancada sem conhecer ninguém além da velha bruxa, quando viu que o jovem estava com medo. O príncipe percebeu imediatamente e, para tranqüilizá-la, decidiu não entrar e falar com ele pela janela.

O príncipe retornou no dia seguinte para visitar a solitária e infeliz Rapunzel. E então ele voltou de novo e de novo. É claro que logo se apaixonaram e a menina começou a se sentir muito triste porque não conseguiu escapar da torre.

– Como vamos ficar juntos, se eu não puder sair desta torre? – Rapunzel perguntou desconsolada.

– Toda vez que eu venho, trago um pequeno pedaço de corda, ao qual nos juntamos, até fazermos uma grande escadaria. Quando terminar, vamos escapar juntos desta masmorra horrível – respondeu o príncipe.

No entanto, a bruxa logo descobriu o plano dos amantes. Um dia, enquanto a menina falava com a velha, ela escapou de um comentário sobre o príncipe. A bruxa ficou louca! Ela começou a gritar como um louco e com uma tesoura grande cortou as longas tranças Rapunzel. E como punição por sua ofensa, ele a levou para um deserto distante e a deixou lá.

No dia seguinte, o príncipe se aproximou da torre como fazia todas as tardes e gritou:

– Rapunzel, me jogue suas tranças!

A bruxa malvada que guardara as tranças da garota e que estava esperando pelo príncipe, jogou as tranças de Rapunzel para enganar o jovem e encontrá-lo cara a cara. O jovem, completamente indiferente ao que acontecera, pegou as tranças e subiu. Grande foi sua surpresa quando, em vez de Rapunzel, ele conheceu a bruxa má.

– Você pensou que poderia tirar sarro de mim Você nunca encontrará Rapunzel! – A velha disse sorrindo maliciosamente.

Essa foi a impressão do príncipe, que caiu da torre e foi atacar espinheiros espinhosos. Os espinhos olhavam para ele e o jovem soltou um grito de terror. No entanto, assim que ele conseguiu se levantar, ele decidiu caminhar para encontrar sua amada Rapunzel. Foi assim que passou várias semanas, procurando incansavelmente pela jovem, até que, guiado por uma voz doce, chegou ao deserto. A garota logo viu o príncipe, que estava andando exausto e tateando, e veio correndo e chorando de alegria.

Quando ele o viu quase cego, Rapunzel não pôde conter suas lágrimas e derramou tantas lágrimas que chegaram aos olhos do príncipe, e como um milagre, o jovem recuperou sua visão. Seu amor e alegria haviam superado a maldição da bruxa e a miséria do destino. Eles não se encaixaram tanto felicidade! Eles deram as mãos e foram para o palácio, onde dias depois se casaram. E assim eles viveram felizes para sempre.


Rapunzel

Rapunzel

Você gostou da história infantil da “Rapunzel“? Se você quiser saber mais histórias para compartilhar com seus filhos e desfrutar como uma família, você pode encontrá-los em (Histórias e Contos Infantis).

Se gostou da postagem, não deixe de compartilhar com seus amigos nas redes sociais e também deixe um comentário aqui em nosso site com sua opinião e sugestões para outras postagens.

Curta e Compartilhe com seus amigos: @SÓ ESCOLA.


  • Deixe um Comentário