Dicas, Dicas para Educadores

Ensinar Multiplicação para crianças com TDAH


Ensinar Multiplicação para crianças com TDAH: Como ajudar uma criança com TDAH a aprender fatos de multiplicação?

Na escola, uma vez que as crianças aprendem a somar e subtrair, eles ensinam a se multiplicarem. A multiplicação é simplesmente uma maneira simples de obter grandes somas rapidamente, mas requer uma boa memória e uma dose de raciocínio. Isso explica por que muitas crianças não gostam de aprender tabelas de multiplicação e até mesmo odiá-las. Se isso for agravado pelo fato de que algumas crianças têm dificuldade em concentrar e reter informações, o problema pode ser ainda mais complicado.

Na verdade, aprender as tabelas de multiplicação é um dos primeiros desafios enfrentados pelas crianças com TDAH na escola, principalmente devido às dificuldades em processar a informação na íntegra e concentrar sua atenção em uma única tarefa. No entanto, não é uma tarefa impossível, existem algumas estratégias que podem ajudar os pequenos com TDAH a aprender fatos de multiplicação.

Confira ainda:

Ensinar Multiplicação para crianças com TDAH

Cinco truques para ensinar tabelas de multiplicação para crianças com TDAH

1. Explique o que é a multiplicação

Um dos erros mais comuns cometidos por pais e professores é ensinar os conteúdos a crianças sem explicar o porquê. No entanto, essas explicações não só os ajudam a entender melhor, em vez de apenas memorizar, mas também os motivam a aprender. Somente quando as crianças entendem a utilidade das tabelas de multiplicação, elas acham significado nessa aprendizagem. Portanto, o primeiro passo para ensinar as tabelas a crianças com ADHD é explicar que a multiplicação não é mais do que a soma sucessiva do mesmo número e aprender a se multiplicar irá ajudá-los a obter contas mais rapidamente.

2. Siga seu ritmo

As crianças com TDAH têm um ritmo de aprendizagem diferente, uma vez que geralmente têm um pouco mais de problemas para assimilar os conteúdos porque são facilmente distraídos e têm dificuldade em fazer generalizações. De fato, superestimar essas crianças com mais conteúdo do que podem assimilar é totalmente contraproducente, já que não só custará a sua retenção, mas também se sentirão pressionadas e provavelmente acabarão desmotivadas. Portanto, para ensinar-lhes as tabelas de multiplicação, é importante armar-se com paciência e ir passo a passo, sem violar seu ritmo de aprendizagem.

3. Motivá-los constantemente

Crianças com TDAH muitas vezes perdem sua motivação e interesse com facilidade, por isso é comum que eles deixem o dever de casa ao meio. Portanto, é importante mantê-los motivados enquanto eles aprendem as tabelas de multiplicação, pois, de outra forma, eles provavelmente irão jogar a toalha. Uma estratégia muito eficaz para motivar os pequenos é ensinar-lhes as tabelas como se fosse um jogo. Na Internet, você pode encontrar muitas idéias de jogos para aprender ou praticar tabelas de multiplicação, como: o jogo de cartas com tabelas de multiplicação. Além disso, não se esqueça de louvar o progresso, então eles ficarão motivados.

4. Incentive-os a praticar

A multiplicação não é apenas lógica, mas exige uma boa dose de prática, graças ao qual as crianças podem reter melhor as tabelas de multiplicação. O interessante é que qualquer lugar e hora podem ser bons para praticar, mesmo fora da casa. Comprar no supermercado ou comer em um restaurante pode ser uma oportunidade para as crianças praticarem as mesas e entender a importância prática de dominar essa habilidade.

5. Evite distrações

Crianças que possuem TDAH demoram mais do que o resto das crianças de sua idade para assimilar o conteúdo e achar mais difícil mantê-los. Portanto, uma boa estratégia para ajudá-los a concentrar sua atenção nas tabelas de multiplicação é evitar possíveis distrações. Idealmente, estudar em uma sala silenciosa, sem barulho, e em um espaço organizado e limpo, longe de seus brinquedos e entretenimento.


Ensinar Multiplicação para crianças com TDAH

Se gostou da postagem “Ensinar Multiplicação para crianças com TDAH”, não deixe de compartilhar com seus amigos nas redes sociais e também deixe um comentário aqui em nosso site com sua opinião e sugestões para outras postagens.

Curta: @SÓ ESCOLA no Facebook.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange