A estimulação cognitiva: A ginástica da memória

estimulação cognitiva é definida como o conjunto de técnicas e estratégias que visam otimizar a eficiência do funcionamento das diferentes habilidades e funções cognitivas (percepção, atenção, raciocínio, memória, linguagem, orientação, etc) através de uma série de situações e atividades específicas estruturado nos chamados “programas de treinamento cognitivo”.

Os objetivos da estimulação cognitiva são:

  • Obtenha funções cognitivas para manter o funcionamento normal.
  • Promova o funcionamento dessas funções.
  • Incentive as relações sociais, evitando que as pessoas se isolem e melhorando suas redes de apoio entre iguais, tanto emocional quanto instrumentalmente.
  • Aumentar a autonomia pessoal e melhorar o desempenho funcional da pessoa, para que a pessoa possa funcionar perfeitamente em seu dia a dia sem perceber complicações, ou ter que depender de seus familiares.
  • Melhorar a autoestima, melhorar o sentimento emocional, psicológico e de saúde em geral.
  • Melhorar a qualidade de vida do paciente.

Alvos de estimulação cognitiva:

  • Pessoas saudáveis, a fim de melhorar suas habilidades e evitar o surgimento de uma futura doença neurodegenerativa, ou que, caso apareça, suas manifestações clínicas sejam tardias e seu curso seja mais rápido.
  • Pessoas com deficiência cognitiva.
  • Demência diagnosticada.
  • Pessoas com danos cerebrais (acidente vascular cerebral, trauma …)

Conheça o KIT ESTIMULAÇÃO COGNITIVA

São mais de 300 ATIVIDADES para estimular e desenvolver a atenção, percepção, funções executivas, linguagem e memória.

Tenha acesso EXCLUSIVO e IMEDIATO a 8 apostilas de estimulação cognitiva para crianças, jovens, adultos e idosos.

  • Leave a Comment