Professor é Vítima de Racismo Durante Aula Virtual


Professor de colégio particular de Niterói é vítima de racismo durante aula virtual por um estudante do 7º ano que utilizou o chat da plataforma on-line para escrever “gorila”.

Júnior leciona no colégio La Salle Abel, na cidade de Niterói, no Rio de Janeiro.

Júnior é professor e coordenador da área de Ciências Humanas da unidade. O professor conta que não viu a mensagem na hora. Soube apenas após os alunos levarem o caso para a direção da escola.

Kit Alfabetização Só Escola

“Eu estava dando aula por vídeo, então a gente fica explicando e até orienta os alunos para que não escrevam no chat. Eu não vi. Depois, quando acabou a aula normalmente, sem nenhuma diferença dos outros dias, os alunos mesmos que encaminharam para a coordenação o que tinha acontecido, e isso chegou até mim. Aí que eu fui ver o que havia sido escrito no chat”, disse o professor ao G1.

Bastante entristecido com a situação disse: “Confesso que racismo é uma coisa que a gente experimenta, infelizmente, cotidianamente pelas estruturas da nossa sociedade, mas foi a primeira vez que experimentei isso na escola, em sala de aula. Isso me deixou bastante triste, mas eu estava lidando também com uma criança de 12 anos”,

Para o professor Junior, a reação dos outros colegas da escola, em questionar o que o aluno escreveu mostra que ele e outros professores fazem um bom trabalho na formação dos jovens.

“Os próprios alunos repreenderam o colega dizendo ‘isso não é brincadeira’, ‘para, tá feio’. Isso me deixa muito contente porque os alunos não aceitaram o ato de racismo”, contou.


NOTA DE REPÚDIO AO ATO RACISTA SOFRIDO PELO PROFESSOR MESTRE JOSÉ NILTON JÚNIOR

Confira a íntegra da nota do colégio:

À Comunidade Educatva

Professor é Vítima de Racismo Durante Aula Virtual

Confira a nota de repudio em AQUI

Viva Jesus em nossos corações, para sempre!



  • Deixe um Comentário