Dinâmicas para produção textual

Selecionamos nesta postagem algumas Dinâmicas para produção textual individual ou coletivamente com seus alunos em sala de aula.

Dinâmicas para produção textual individual ou coletivamente

O feitiço virou contra o feiticeiro

Objetivo: não faça ou deseje aos outros o que não gostaria para si.

Material: papel e caneta.

Procedimento: forma-se um círculo, todos sentados, cada um escreve uma tarefa que gostaria que seu companheiro da direita realizasse, sem deixá-lo ver. Após todos terem escrito, o feitiço vira contra o feiticeiro, que irá realizar a tarefa é a própria pessoa que escreveu. “não faça ou deseje aos outros o que não gostaria para si”. Respeito ao próximo.

A Historinha

Objetivo: treinar a memorização e atenção.

Procedimento: Todos devem estar posicionados em círculo de forma que todos possam se ver.

O organizador da dinâmica deve ter em mãos um objeto pequeno e direcionando a todos deve começar a história dizendo: Isto é um ….. (Ex. cavalo). Em seguida deve passar o objeto à pessoa ao seu lado que deverá acrescentar mais uma palavra a história sempre repetindo tudo o que já foi dito. (Ex. Isto é um cavalo de vestido…), e assim sucessivamente até que alguém erre a ordem da história pagando assim uma prenda a escolha do grupo. Cria-se cada história engraçada… É bem divertido, aproveitem!

Recital das Almas Gêmeas

Objetivo: é uma atividade muito divertida, que tem como objetivo a descontração e a aproximação entre os membros do grupo.

Material: papel e caneta.

Procedimento: divide-se a turma em duas equipes. Em papéis serão escritas mensagens que se completam (perguntas e respostas ou parte 1 e parte 2). Cada participante deverá pegar um papel, ou mais conforme a quantidade de papéis e participantes, sem deixar que seus colegas vejam o que está escrito. A mensagem será ex: 1 – ‘eu sou um jardim sem flor’, 2- ‘ eu sou a flor do teu jardim’. A segunda parte complementa a primeira. É importante que as mensagens sejam criativas e engraçadas. É preciso demarcar quais são as primeiras partes, para que sejam recitadas primeiramente, sendo completadas pela sua respectiva segunda parte.

Para quem você tira o chapéu

Objetivo: estimular a autoestima.

Materiais: um chapéu e um espelho. O espelho deve estar colado no fundo do chapéu.

Procedimento: o animador escolhe uma pessoa do grupo e pergunta se ela tira o chapéu para a pessoa que ver e o porquê, sem dizer o nome da pessoa. Pode ser feito em qualquer tamanho de grupo e o animador deve fingir que trocou a foto do chapéu antes de chamar o próximo participante.

OBS: Pode-se pedir que escrevam as suas características e após pode-se colar dentro do chapéu. Eles vão olhar dentro do chapéu e ver algumas características que eles devem escolher uma e dizer a quem se atribui.

Caixinha de Surpresas

Objetivo: dinâmica do autoconhecimento; falar sobre si.
Materiais: caixinha com tampa e espelho.
Procedimento: em uma caixinha com tampa deve ser fixado um espelho na tampa pelo lado de dentro. As pessoas do grupo devem se sentar em círculo. O animador deve explicar que dentro da caixa tem a foto de uma pessoa muito importante (enfatizar), depois deve passar para uma pessoa e pedir que fale sobre a pessoa da foto, e não devem deixar claro que a pessoa importante é ela própria. Ao final, o animador deve provocar para que as pessoas digam como se sentiram falando da pessoa importante que estava na foto.
Dinâmicas para produção textual individual ou coletivamente

O papel

Objetivo: descontração.
Materiais: pedaço de papel e caneta.
Procedimento: forma-se um círculo e em seguida será distribuído um pedaço de papel para cada um, e uma caneta. Logo após a pessoa irá escrever qualquer pergunta que ela quiser, ex: Porque hoje fez sol? Entendeu? É qualquer pergunta, o que vier na cabeça. Aí logo após o instrutor irá pegar os papéis de todos os participantes, embaralhar e entregar um para cada (só que você não poderá pegar o seu), depois de feito isso a pessoa vai responder o que estiver naquele papel que ela pegou. Depois que todos responderem sem um ver o do outro, você vai dobrar seu papel e vai passar 2 vezes para seu lado direito todos juntos. Aí começa a brincadeira. Uma pessoa começa lendo o que está em seu papel, em seguida a pessoa do lado direito ou esquerdo (depende do monitor que escolher), digamos que foi pela direita, aí a pessoa vai ler o que está escrito na RESPOSTA dela, e assim sucessivamente, a mesma que respondeu a resposta vai ler a sua pergunta e o vizinho ao lado responderá a sua resposta é muito legal e divertindo causando muitos risos.

Dança da cadeira cooperativa

Objetivo: essa dinâmica serve para quebrar o gelo e fazer com que os participantes pensem sobre cooperação entre o grupo.
Materiais: 1 cadeira.
Procedimento: consiste na brincadeira da dança da cadeira (mesmo procedimento), só que em ao invés dos que ficarem sem se sentar saírem, terão que se sentar no colo do amigo, de modo que ninguém fique em pé. É muito engraçado! Ao final, com apenas uma cadeira todo o grupo terá que se sentar um no colo do outro.
Um aluno deve observar a brincadeira e fazer o registro escrito.

Descobrindo as qualidades

Objetivo: interação.
Materiais: quebra-cabeça, pedaços de papel e caneta.
Procedimento: dois grupos formam um círculo, com os componentes intercalados (ex: um do amarelo, outro do azul e assim em diante até terminar o círculo). Cada componente deve escrever em um pedaço de papel uma qualidade própria (usando apenas uma palavra) e entregar para o participante do lado direito, sendo este o componente do grupo oposto, que deverá fazer mímica para que o seu grupo descubra a qualidade do participante ao lado (grupo oposto), quando o grupo acerta a qualidade logo o outro componente do mesmo grupo anterior que estava fazendo a mímica começa a fazer também a sua e assim sucessivamente. Enquanto isso o líder do grupo oposto está dentro do círculo montando um quebra cabeça, quando ele terminar o tempo acaba e ganha o grupo que descobriu mais qualidades do grupo oposto.

Qualidades e defeitos

Objetivo: falar das qualidades e defeitos. Materiais: pedaço de papel e caneta.
Procedimento: entrega-se um pedaço de papel para cada participante e pede que desenhe a mão direita e a mão esquerda. Em cada dedo primeiro da mão direita escreve-se uma qualidade e na esquerda um defeito. O coordenador da dinâmica dá cerca de 20 minutos para escreverem. Ao final discute-se de acordo com o que cada um escreveu, finalizando que é mais fácil falar de características dos outros do que de nós mesmos e encerra dizendo que todos possuímos qualidades e defeitos, porém temos que nos respeitarmos e priorizarmos nossas qualidades

Dinâmica da inteligência

Objetivo: melhorar a percepção.
Procedimento: Você pega um grupo e divide em 2 a 2, um olhando pro outro. Peça a eles para que se observem por 2 minutos, depois peça para eles se virarem de costas e mudarem três coisas em si mesmos e depois desvirarem e fazerem com que o parceiro descubra o que foi mudado, pedir para descrever. O outro também repete e assim sucessivamente repita por 3 vezes.

Pergunta certa

Objetivo: esta dinâmica irá despertar uma atenção maior, a concentração e estratégia. Material:papel e fita crepe.
Procedimento: esta dinâmica para funcionar independe da quantidade de pessoas participantes. Um exemplo, em um grupo o coordenador deverá colar um nome de uma pessoa famosa nas costas dos participantes, sem que eles vejam o que está escrito, então ganha a dinâmica quem descobrir primeiro o nome que está escrito em suas costas, para ajudá-los eles poderão fazer perguntas entre si como por exemplo ‘a pessoa é loira?’, mas as respostas so poderão ser sim ou não.

Dinâmicas para produção textual individual ou coletivamente

Fique sempre por dentro das nossas postagens e se gostou da postagem Dinâmicas para produção textual individual ou coletivamente”, não deixe de compartilhar com seus amigos nas redes sociais e também deixe um comentário aqui em nosso site com sua opinião e sugestões para outras postagens.

Curta e Compartilhe com seus amigos: @SÓ ESCOLA.
  • Leave a Comment

Fechar Anuncio!
Acesse nosso site