Atividades de Leitura, Dicas, Dicas para Educadores, FICHAS DE LEITURA

Texto para avaliar leitura 3º ano – A CASA E SEU DONO


Texto para avaliar leitura, indicado a alunos do terceiro ano do Ensino Fundamental, com dicas, práticas e orientações para a aplicação do texto, com fichas de mapeamento da leitura e compreensão da escrita pronto para imprimir.

A CASA E SEU DONO

Essa casa é de Caco,
quem mora nela é o macaco.
Essa casa é de telha,
quem mora nela é a abelha.
Essa casa é de lata,
quem mora nela é a barata.
Essa casa é de cimento,
quem mora nela é o jumento.
Essa casa é tão bonita,
quem mora nela é a cabrita.
E descobri de repente
que não falei em casa de gente.
Elias José.

1) ___________________________________
2) ___________________________________
3) ___________________________________
4) ___________________________________
5) ___________________________________

VEJA TAMBÉM:

Texto para avaliar leitura 3º ano

Confira a seguir dicas e orientações para aplicação do texto.

1º momento:

  • Distribuir o texto para cada aluno. Pedir que preencham o cabeçalho.
  • Pedir para que leiam. Ouvir a leitura individualmente na carteira e marcar discretamente no canto da folha: LF – Lê com fluência; LSF – Lê sem fluência; LS – Lê soletrando; NL Não lê.
  • Durante a leitura faça alguns questionamentos referentes ao texto como: esse texto fala de que? Quantos animais aparecem no texto? Do que o texto não fala? Quem mora na casa de cimento?

2º momento – seguir os seguintes comandos:

  • Grife com lápis de cor verde duas palavras que rimam;
  • Colorir de azul os espaçamentos em branco entre as palavras do texto;
  • Circule a primeira e a última palavra do texto;
  • Contar quantas palavras tem na primeira frase do texto e escrever o numeral;
  • Colorir de laranja uma palavra com três sílabas.
  • Fazer um X na sílaba mediana da palavra cabrita;
  • Colorir de amarelo o nome do animal que começa com a letra J;
  • Colorir de vermelho a maior palavra do texto;
  • Escrever as palavras no quadro: bonita, nela, lata, gente, telha. Peça para os alunos
    colocarem em ordem alfabética (no verso da folha).

3º momento:

  • Ditar as seguintes palavras: aniversário, abacaxi, amarelo, goiaba.
  • Ditar a seguinte frase: Cascão não gosta de banho.

4º momento:

  • Ler o texto novamente para os alunos, chamando atenção para as questões de entonação e compreensão. Aproveite para pedir que façam a leitura coletiva.
  • Fazer a transcrição dos dados para a Ficha da Turma.

5º momento:

  • Faça considerações à professora a partir do trabalho desenvolvido. Quanto às atividades de escrita verificar o nível de desenvolvimento que a criança se encontra (pré-silábico, silábico, silábico-alfabético e alfabético. Frase: espaçamento, direção formal da escrita, uso correto das linhas, local adequado para iniciar a escrita na folha, a estrutura de frase, letra maiúscula, parágrafo, pontuação.

FICHA PARA MAPEAMENTO DE LEITURA

Texto para avaliar leitura 3º ano - Fichas de Mapeamento da Leitura
Fichas de Mapeamento da Leitura
Texto para avaliar leitura 3º ano - Fichas de Mapeamento da Leitura
Fichas de Mapeamento da Leitura

Texto para avaliar leitura 3º ano - Fichas de Mapeamento da Leitura - Compreesão da Leitura e Escrita

Os níveis da escrita – Contribuição de Emília Ferreiro

Nível pré-silábico:

Nesta fase a criança não estabelece relação entre fala e escrita. Não faz correspondência entre a grafia e os sons. Usa diferentes formas de representação (garatujas, desenhos, números) para escrever. Há uma grande variação de caracteres. Coincide com um período primitivo do realismo nominal.

Nível silábico:

Neste nível a criança relaciona grafia e sons, de maneira que representa cada sílaba (som) por meio de uma letra. No nível silábico primitivo, ela representa a sílaba com qualquer letra, é aleatório. Quando alcança o nível silábico evoluído, ela passa a representar a sílaba com a vogal ou a consoante que aparece na sílaba. Isso ocorre porque a criança passa a representar partes sonoras estáveis das sílabas.

Nível silábico-alfabético:

Nesta fase a criança evolui para uma representação mais completa dos sons das
palavras. É comum neste nível que na representação gráfica faltem algumas letras, o que leva alguns profissionais a confundirem nível de evolução da escrita com dificuldade de aprendizagem. São coisas distintas: a primeira é uma fase normal do desenvolvimento da escrita, a segunda pode estar relacionada a algum distúrbio como a dislexia, e tem causa neural e genética.

Nível alfabético:

Neste nível a criança faz a correspondência da grafia com fonemas (unidades sonoras da
língua) que favorece a diferenciação das palavras pelos sons (fonemas) e sinais gráficos da língua (grafemas). Portanto, ela é capaz de fazer a correspondência entre elementos sonoros e a grafia. Nesta fase a criança ainda não é ortográfica, ou seja, ela ainda não escreve conforme os padrões da norma culta, seguindo as regras ortográficas. A ortografia é adquirida com a prática da leitura e escrita.

___________

O que achou desta postagem?

Se gostou não deixe de compartilhar com seus amigos nas redes sociais e também deixar um comentário com sua opinião.

Confira também: Atividades Fácil


Texto para avaliar leitura 3º ano – A CASA E SEU DONO
Qualifique está postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *