Carnaval, Datas Comemorativas, Sem categoria

Como surgiu o Carnaval?


Como surgiu o Carnaval?
Como surgiu o Carnaval?

COMO SURGIU O CARNAVAL?

O carnaval como é comemorado no Brasil sofreu influência de uma festa de rua, o entrudo, festa de origem portuguesa, que consistia em jogar farinha, ovo e tinta nas pessoas. Porém, a comemoração aqui no Brasil passou por mudanças por causa do folclore indígena e a cultura africana, trazida pelos escravos. Todos esses fatores culturais construíram um carnaval diferente em cada parte do Brasil. O Rio de Janeiro é famoso pelos desfiles das escolas de samba e as pessoas podem assistir pela TV. Em São Paulo, também tem desfile de escolas de samba, mas não é tão famoso como no Rio de Janeiro. Na Bahia, temos vários ritmos juntos e misturados: os trios elétricos atraem milhões de foliões todos os anos e a festa dura uma semana. Além do ritmo normal de carnaval, na Bahia temos o afoxé baiano e o Olodum. Em outros estados, como Pernambuco e Minas Gerais, o carnaval de rua é o mais popular.
Veja mais:
Há também as Micaretas, que são os carnavais fora de época, que acontecem em todo o país em outros meses que não o do carnaval, geralmente após uns seis meses da data da festa carnavalesca.

carnaval é a última festa antes da quaresma. No século XIII, os nobres franceses começaram a promover grandes festas onde era obrigatório o uso de máscaras e roupas luxuosas – os bailes – e provavelmente foi assim que surgiram as primeiras festas à fantasia. Essas festas logo ficaram populares entre as altas classes em toda Europa e se espalharam por todo o mundo. Durante toda uma época, o carnaval acontecia nos Bailes de Carnaval, onde as pessoas iam fantasiadas. De uns dez anos para cá, o carnaval nas cidades acabou indo para as ruas e hoje em dia não se tem mais bailes de carnaval como antigamente.

A ORIGEM DO CARNAVAL

A origem do carnaval é incerta, mas acredita-se que tenha surgido na Grécia por volta do ano 520 a.C. Era uma festa em que o vinho era fundamental e as pessoas se reuniam em nome do deus grego Dionísio com a única intenção de se divertirem, celebrar a chegada da primavera e a fertilidade. Esse tipo de comemoração se tornou popular em Roma durante os primeiros séculos da era cristã.
O nome Carnaval deriva de “Carne Vale”, e seu significado está ligado ao fato dessa festa pagã acontecer durante os dias que antecedem a quaresma, um longo período de privação, portanto era como uma despedida dos pecados da carne. Esse nome surgiu depois que a celebração foi legalizada pela Igreja Católica para coibir o que a instituição classificava como celebração pecaminosa. Ou seja, a celebração tinha como objetivo principal extravasar e fazer tudo que durante a quaresma era proibido.
Em 1545, depois do concílio de Trento, mudou-se o calendário de Juliano para Gregoriano e o Carnaval passou a ser uma data oficial para os cristãos. Dessa forma, é reconhecida como festa popular de rua que sofreu uma série de modificações culturais até chegar aos dias de hoje.

ONDE NASCERAM AS MARCHINHAS DE CARNAVAL E EM QUE PERÍODO ELAS TOMARAM OS SALÕES?

As marchinhas de carnaval nasceram como um ritmo executado prioritariamente nos salões do Rio de Janeiro. Cariocas e extremamente urbanas, elas tiveram sua ascensão concomitante ao aumento de participação da classe média no carnaval de rua, e em poucos momentos chegou a arrastar multidões. O reinado das marchinhas durou cerca de quatro décadas, de 1920 a 1960.

COMO E QUANDO FOI CRIADO O TRIO ELÉTRICO?

O carro que deu origem ao que chamamos de trio elétrico hoje foi criado pelos amigos Adolfo Antônio do Nascimento (Dodô) e Osmar Alvares Macedo (Osmar), no ano de 1950. Osmar, que era proprietário de uma oficina mecânica, decidiu decorar um Ford 1929 com vários círculos coloridos, como se fossem confetes e colou uma placa com os dizeres “Dupla elétrica”. Dodô montou uma fonte que foi ligada à corrente de uma bateria de automóvel, que alimentava o funcionamento dos alto-falantes instalados no carro. A dupla saiu no domingo de carnaval pelas ruas de Salvador e arrastou milhares de foliões. No ano seguinte, a dupla convidou um amigo para formar um trio, o “trio elétrico”.

QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DOS BLOCOS DE AFOXÉ BAIANO?

Os blocos de afoxé fazem parte do mesmo circuito do carnaval tradicional e suas principais características são as cantigas em dialeto ioruba e os instrumentos de percussão. O ritmo da dança na rua é o mesmo dos terreiros, bem como a melodia entoada. Esses blocos ajudam a manter a tradição afro no carnaval baiano e a memória cultural do povo. O primeiro bloco afoxé criado na Bahia era e permanece exclusivamente masculino, o Filhos de Gandhy. Porém, hoje existem vários blocos de afoxé composto por mulheres.
Confira também:

QUAL É A ORIGEM DOS BONECÕES NO CARNAVAL DE PERNAMBUCO?

Esses bonecos representam uma herança europeia e têm sua origem nas procissões do século 15, nas quais acompanhavam os cortejos religiosos. O primeiro boneco a sair às ruas de Olinda foi o Homem da Meia-Noite, que anima a folia desde 1932. Os tipos populares também sempre desfilam pelas ladeiras de Olinda. A cada ano, eles representam personagens inspirados tanto nos noticiários, como nos mais tradicionais costumes, carregando em suas fantasias a crítica social tradicionalmente presente no carnaval da cidade.

QUANDO O DESFILE DAS ESCOLAS DE SAMBA DO RIO DE JANEIRO SE TORNOU UMA COMPETIÇÃO OFICIAL?

A primeira escola de samba carioca (Deixa Falar) foi fundada no ano de 1928, no bairro carioca de Estácio, centro do Rio de Janeiro. Anos depois, começou a competição entre elas, disputada na Praça Onze. É apenas no ano de 1935, as escolas de samba do Rio de Janeiro passam a ser oficialmente reconhecidas e entram na programação oficial da cidade e elas passam a desfilar na Avenida Rio Branco. Em 1962, o Departamento de Turismo da cidade construiu arquibancadas e implantou a venda de ingressos no circuito das escolas de samba.

EM QUE MÊS ACONTECE O FESTIVAL DE PARINTINS E QUAL É SUA DURAÇÃO?

O evento se repete todo mês de junho. Cerca de 3 500 integrantes de cada boi desfilam por noite, divididos em 30 tribos (uma espécie de ala de escola de samba). Os bois possuem mestres de cerimônias, que narram o enredo e as alegorias. O Garantido e o Caprichoso desfilam por três noites, em apresentações que duram duas horas e meia.

QUAIS SÃO AS CORES DOS BOIS GARANTIDO E CAPRICHOSO, RESPECTIVAMENTE?

As cores são: vermelho e azul, respectivamente. O Garantido, de cor vermelha, é o boi mais popular, enquanto o Caprichoso, de cor azul, representa a elite amazonense.
Veja mais: 

QUANDO E COMO SE DÁ A COMEMORAÇÃO E OS PREPARATIVOS DO BOI MARANHENSE?

A comemoração do boi maranhense se inicia no sábado de aleluia e termina apenas em outubro. O festejo se divide em quatro etapas. Ainda na preparação começa o primeiro estágio, os ensaios. Eles se iniciam no sábado de aleluia e terminam dia 13 de junho, dia de São João, ou no sábado mais próximo dessa data. A segunda fase é o batismo, quando o boi recebe todas as bênçãos do padroeiro da festa. A celebração com brincadeiras em arraiais durante todo o período de festa junina é a terceira etapa. A quarta e última etapa é a morte do boi, que acontece no final do mês de julho e termina definitivamente em outubro.

Datas do Carnaval a partir de 2015:

2015 17 de fevereiro
2016 9 de fevereiro
2017 28 de fevereiro
2018 13 de fevereiro
2019 5 de março
2020 25 de fevereiro
2021 16 de fevereiro
2022 1 de março
2023 21 de fevereiro
2024 13 de fevereiro
2025 4 de março



One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *