Os segredos que os desenhos dos seus filhos guardam

O desenho é muito mais do que um entretenimento infantil, é uma ferramenta muito valiosa para acessar o universo interior das crianças. Através do desenho, as crianças refletem como veem o mundo e a relação que mantêm com as pessoas ao seu redor, ao mesmo tempo em que expressam suas ideias e dão livre curso à sua criatividade. É também um excelente recurso para canalizar as suas emoções e transmitir os seus sentimentos mais profundos de forma simples, clara e gratuita.

Portanto, os desenhos infantis têm um valor enorme para entender o que acontece dentro das crianças, descobrir seus medos e preocupações, bem como seus desejos e vontades. No entanto, a verdade é que muitas vezes ignoramos todas as informações que esta simples ferramenta pode nos fornecer e os segredos que ela esconde.

O que os desenhos infantis revelam sobre seus filhos?

Você sabia que desenhar em uma pequena parte do papel em vez de ocupar a página inteira pode ser um sinal de timidez ou introversão nas crianças? É apenas uma das muitas mensagens que os desenhos das crianças guardam e que muitas vezes ignoramos. Desde a pressão que exercem ao fazer os traços e os tamanhos que dão a cada objeto até a distribuição que usam e as cores que escolhem, há muitos segredos escondidos nos desenhos infantis.

1. Conteúdo do desenho

O conteúdo do desenho gratuito é provavelmente um dos indicadores que mais revela segredos sobre os mais pequenos em casa. Desenhar espaços naturais, casa, escola ou alguns de seus hobbies é sinal de uma criança feliz e emocionalmente estável.

Da mesma forma, desenhar elementos fantásticos como fadas ou elfos é um indicador de grande criatividade e imaginação. No entanto, representar cenários incomuns, como uma caverna, uma casa mal-assombrada ou uma cena de crime, pode ser um reflexo de medos infantis, conflitos internos, agressão ou abuso infantil.

2. Tipo de curso e pressão

Outro elemento que costuma esconder alguns segredos sobre o mundo interior das crianças é o traço. Uma vez que a criança domina os traços, a precisão e a pressão ao desenhar tornam-se indicadores de seu estado emocional.

Um traço fraco e interrompido é sinal de uma criança tímida e insegura, enquanto um traço muito forte e rápido pode ser um indicador de impulsividade, falta de controle e ansiedade. Por outro lado, um traço estável e seguro revela autoconfiança e vontade de conhecer o ambiente e aprender.

3. Riqueza de detalhes

À medida que as crianças crescem, elas são capazes de representar mais detalhes em seus desenhos. O fato de desenhar uma cena campestre e escolher diferentes tons de verde para as plantas, pintar um pássaro em seu ninho ou a fumaça que sai da chaminé é sinal de um mundo interior rico e equilibrado.

Por outro lado, um desenho esparso, desprovido de detalhes, é sinal de uma esfera de interesses reduzida, um conhecimento deficiente do ambiente e uma falta de curiosidade na vida cotidiana. No caso contrário, um desenho com muitos detalhes pode ser um indicador de traços obsessivos.

4. Desenhando personagens

As crianças adoram desenhar pessoas, especialmente aquelas ao seu redor. É uma ótima maneira de desvendar como é o seu relacionamento com essas pessoas. Em geral, o primeiro personagem que ele desenha é o mais importante para ele, seja porque é aquele que ele mais ama, com quem ele se sente mais identificado ou quem ele mais teme, enquanto o último é aquele que ele menos atribui. importância para. Remover uma pessoa do desenho pode ser um sinal de conflito com essa pessoa.

Assim como o pedido, o tamanho também. Desenhar todas as pessoas do mesmo tamanho é sinal de uma vida social equilibrada e saudável, enquanto pintar alguns personagens maiores que outros pode indicar problemas relacionados a um ou outro.

5. Escolha de cores

As cores são um importante indicador do humor de uma criança. Por exemplo, a tendência de usar cores como azul ou verde revela um mundo interior equilibrado, enquanto usar cores como vermelho ou preto pode ser um sinal de alarme, pois são sinais de impulsividade, tristeza ou agressividade.

Da mesma forma, pode ser preocupante usar uma ou duas cores quando o pequeno tem mais opções para escolher. Nesse caso, pode ser um sinal de apatia ou falta de motivação.

Obviamente, também é importante levar em consideração a atitude da criança ao desenhar. Você está se concentrando em seu desenho ou se distrai facilmente? Você está gostando da experiência ou se sente irritado ou frustrado? Você faz uma pausa para imaginar o que vai pintar a seguir ou desenha tudo de uma só vez? A inclinação natural para o desenho é um indicador da capacidade de aprendizagem, ao mesmo tempo que estimula a criatividade das crianças. Por outro lado, forçar as crianças a desenhar pode ser contraproducente, por isso, se elas não tiverem vontade de pintar, é melhor deixar para outra hora.

Problemas no desenvolvimento infantil que podem ser vistos através do desenho

Os desenhos das crianças não apenas revelam sinais da personalidade ou estado emocional de uma criança, mas também podem ser um indicador de problemas de desenvolvimento mais sérios. Por exemplo, desenhos ruins que não possuem tantos detalhes ou precisão quanto o esperado para a idade ou que são repetidos continuamente sem introduzir mudanças significativas podem ser um sinal de deficiência intelectual.

Da mesma forma, um desenho desorganizado, com figuras distorcidas ou que ocupam todo o espaço do papel, pode revelar um déficit de atenção, enquanto uma pintura com predominância de cores como marrom, cinza ou preto em que as pessoas têm expressões neutras ou tristes e os braços próximos ao corpo podem ser um sinal de depressão. Por sua vez, a presença de figuras ou objetos invertidos e uma linha irregular com formas distorcidas pode ser um indicador de lateralidade cruzada.

Obviamente, os detalhes que os desenhos das crianças revelam são interpretações gerais que não indicam necessariamente que há um problema. Para descobrir os segredos que um desenho infantil revela, é importante analisá-lo dentro do contexto em que a criança vive, pois o que em alguns casos pode ser um sinal de alerta em outros pode ser explicado pelas experiências de seu ambiente.




  • Leave a Comment