O Palhaço que Perdeu a Graça – Laiza Milena

Livro digital infantil: “O Palhaço que Perdeu a Graça” texto de Laiza Milena e ilustrações de Beto Skeff, para download em PDF.

Livrinho em PDF com 32 páginas, com licença gratuita, disponibilizada pelo Programa de Aprendizagem na Idade Certa – MAIS PAIC.

Índice

Um pouco do texto…

O Palhaço que Perdeu a Graça – Laiza Milena

Era uma vez, um palhaço cheio de graça.
Contava piada no circo, contava piada na praça.
Do circo, todo ele era a sensação
Com seu cabelo colorido e um baita narigão.

A cada gesto que fazia, todos começavam a rir.
Era pirueta, cambalhota, subir na corda pra depois cair.
Corria de um lado para o outro e todo mundo a gargalhar.
Dirigia até um fusca que não parava de buzinar.

Mas, um belo dia, algo terrível aconteceu,
O palhaço engraçado a sua graça perdeu:
“Meu Deus, que tragédia!” Disse o palhaço a chorar.
“Com minha graça perdida, como vou trabalhar?”

“Eu só sei ser palhaço, nada mais eu sei fazer.
Tudo que eu faço é graça pra criança e adulto ver.
Ai, ai, ai, meu Deus do céu! Será este o meu fim?
Sem graça e sem emprego… O que será de mim?”

Foi, então, que sua graça o palhaço resolveu procurar.
Em cada cantinho do mundo, ele iria bisbilhotar:
“Vou achar a minha graça, nem que demore cem anos…”
Ser um palhaço “desengraçado” não estava em seus planos.

(continua…

Livro em PDF – O Palhaço que Perdeu a Graça – Laiza Milena

Para ter acesso ao material completo, confira o link a seguir e baixe:

Autora e Ilustradora

Laiza Milena

Laiza Milena nasceu em Fortaleza, Ceará, em 1987. É contadora de histórias, atriz, palhaça, estudante do Curso de Letras na Universidade Federal do Ceará e apaixonada por tudo o que faz. Entusiasta do gosto pela leitura e fazer lúdico, trabalha na Brinquedoteca Municipal de Pacatuba desde 2013, contando histórias e resgatando brincadeiras, contos e cantigas populares. Também atua na mediação de leitura, contação de histórias e teatro infantil, juntamente com parceiros como o Grupo ZipZap de contação de histórias, o SESC em seus projetos literários e o Mundo da Jujuba no teatro infantil, contação de histórias e palhaçaria.

Beto Skeff

Quando vi o mundo, pela primeira vez, era Sertão. Um lugar tão bonito e tão imenso, bem no meio do Ceará. Uma vida que mudava de cor: alaranjava, enverdecia e me ensinava sobre o tempo. Queria contar do que via, mas nunca me senti tão à vontade entre as palavras, comecei a fotografar. Estudei Design na faculdade, me especializei em Marketing, com o desejo de aliar esses conhecimentos aos do campo da imagem. Cada dia, reaprendo o prazer de contar histórias, de falar da vida em imagens, uma conversa em camadas, das superfi cialidades às intimidades do mundo.


  • Leave a Comment