Ser bem sucedido na vida significa que seus filhos crescem para ser boas pessoas


É possível que, no seu dia-a-dia, a maternidade ou a paternidade seja uma ladeira íngreme difícil de subir. Pode haver dias em que você pense que não está fazendo certo e até vá dormir chorando à noite porque acha que está falhando em algo, mesmo que não saiba o quê. Se isso acontecer, já podemos lhe dizer que você está fazendo certo, porque você está tentando fazer as coisas da melhor maneira possível todos os dias.

Mas ninguém é perfeito, ninguém pode lhe dizer que o que você faz todos os dias na educação de seus filhos é certo ou errado, porque você faz o que pode, como pode e sempre pensando no bem deles. Você quer que eles cresçam e se tornem pessoas boas que aprenderam, graças a você, a diferenciar o bem do mal.

Melhore a coexistência

Primeiro você educa seus filhos para que a convivência em casa seja boa; depois, que a educação seja extrapolada para o mundo. Você quer que seus filhos sejam pessoas bem-sucedidas e saibam como viver com os outros enquanto eles escalam na vida para alcançar os objetivos que estabeleceram para si. Portanto, seu objetivo desde que nasceram é que sejam boas pessoas e você instale bons valores nelas que, além de contribuir para o bom desenvolvimento, também contribuem para ser boas pessoas.

Você ensina seus filhos a serem responsáveis, a estudar, a fazer coisas pensando no bem, com empatia pelos outros, mas sem se esquecerem de si mesmos. O mundo precisa de pessoas que tenham um coração capaz de fazer tudo funcionar melhor. Seus filhos podem fazê-lo, eles precisam de sua orientação diária para aprender a agir da maneira correta e ter suas vidas sob controle.

Como conseguir isso

Quando você estuda, pode obter vários diplomas, mas o grau mais valioso que você pode obter não está na faculdade, está na vida e está sendo uma boa pessoa. Talvez você esteja se perguntando como pode fazer seus filhos se tornarem boas pessoas … A boa notícia é que isso está em suas mãos. Nós damos a você as chaves para que seus filhos sejam boas pessoas no futuro, tome nota!

Mude-se primeiro

A primeira coisa que você precisa fazer para que seus filhos se tornem pessoas boas é mudar a si mesmo. Você deve ser o melhor exemplo. Se você gritar, repreender, bater, se desesperar ou se irritar rápido demais, é difícil pedir aos seus filhos que se comportem bem mais tarde. Se você deseja que eles se comportem bem, você deve ser o melhor exemplo a seguir.

Ensina sobre saúde e humor

As crianças devem aprender desde tenra idade que a saúde e o humor andam de mãos dadas, para que a saúde seja cuidada e uma vida sedentária seja evitada a todo custo. Uma vida sem movimento só levará a problemas físicos e emocionais … o exercício é uma boa maneira de fazê-lo. Mesmo apenas andando 30 minutos por dia é mais do que suficiente para nos fazer sentir bem.

Que eles não têm interesses

As crianças sabem que têm a responsabilidade de aprender na escola, mas a vida é muito mais do que isso. Por esse motivo, é importante que você os ajude a encontrar seus interesses, o que os motiva acima de tudo ou no que eles são bons e que ainda não haviam percebido.

Obviamente, não preencha sua agenda de atividades apenas para descobrir o que lhe interessa, apenas observe o que acha que pode lhe interessar: artes, esportes, ciência … existem muitos campos em que você pode desenvolver todas as suas habilidades e potencialidades. . Uma atividade que traz prazer também ajudará a construir a disciplina necessária para ter sucesso na vida.

A importância de ajudar os outros

É importante que você ensine a seus filhos a importância de ajudar os outros, de serem proativos e de serem boas pessoas com alguém, mesmo que eles não saibam retribuir da mesma maneira. As crianças devem aprender a ser independentes, mas também tolerantes e saber respeitar as diferenças, e é graças a elas que temos o dom da diversidade na humanidade.

Por favor, perdoe e obrigado

Se houver alguma palavra importante no vocabulário, elas são: por favor, com licença e obrigado. As crianças precisam aprender a reconhecer os outros como iguais, a reconhecer seus erros e a aprender com elas e, acima de tudo, através da empatia, devem ter gratidão suficiente para demonstrar apreço pelos pequenos detalhes da vida. Assim, eles se sentirão muito melhor consigo mesmos e com as pessoas ao seu redor … assim como com a vida que têm.

Relações sociais saudáveis ​​e uma relação saudável consigo mesmo exigem trabalho e esforço, mas vale a pena no curto e no longo prazo.



  • Deixe um Comentário