Processo para instituir cinco novos polos de inovação é adiado

Medida da Embrapii tem o objetivo de diminuir a transmissão do coronavírus

O processo de seleção para o credenciamento de cinco novos polos de inovação na educação profissional e tecnologia foi adiado por tempo indeterminado. A medida foi tomada pela Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) para mitigar os riscos do coronavírus. A empresa vai monitorar a situação e novas datas serão definidas tão logo tenhamos condições de dar prosseguimento ao processo.

Com a ação, o credenciamento de instituições da Rede Federal fica suspenso. A criação dos novos polos de inovação é realizada em parceria com o Ministério da Educação (MEC), dentro do programa Novos Caminhos.

De acordo com a Embrapii, na definição de novo calendário, estará garantido o tempo hábil para as instituições interessadas se preparem para participação das fases remanescentes do processo, conforme regras já estabelecidas.

As entidades selecionadas serão credenciadas para se tornar polos de inovação e poderão solicitar até R$ 3 milhões cada, ao longo de três anos, para prospectar e executar projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação em parceria com empresas industriais.

Polos de inovação

Os polos de inovação têm o objetivo de promover o aumento da competitividade e da produtividade da economia nacional, por meio do desenvolvimento da pesquisa aplicada e da qualificação de recursos humanos para ações de pesquisa, desenvolvimento e inovação.

Esses polos são voltados ao desenvolvimento de pesquisas avançadas que atendem demandas reais do setor produtivo, construindo uma ponte entre a academia e o mercado. São constituídos a partir de competências tecnológicas específicas dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs) do MEC.

O desenvolvimento de produtos e serviços para a indústria já é uma realidade para cerca de 500 estudantes da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica que participam de 131 projetos em parceria com 114 empresas em nove polos de inovação.

Assessoria de Comunicação Social, com informações da Embrapii


  • Leave a Comment