Professores brasileiros têm um dos piores salários do mundo


Professores brasileiros têm um dos piores salários do mundo: Os professores brasileiros têm um dos piores salários do mundo pela categoria, perdendo apenas para a Indonésia. Os dados são da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e fazem parte do estudo Education at a Glance 2014, que mapeia dados sobre a educação nos 34 países membros da organização e 10 parceiros, incluindo o Brasil.

Leia ainda: A boa formação de professores tem de ter estreita ligação com a prática

Professores brasileiros têm um dos piores salários do mundo

A pesquisa revelou que um professor em início de carreira que dá aula para o ensino fundamental em instituições públicas recebe, em média, 10.375 dólares por ano no Brasil. Em Luxemburgo, o país com o maior salário para docentes, um professor recebe 66.085 dólares por ano.

Entre os países membros da OCDE, a média salarial do professor é de 29.411 dólares. Quase três vezes o salário de um professor no Brasil.

Os salários no Brasil estão bem abaixo até mesmo dos praticados em outros países da América Latina. No Chile, um professor recebe em média 17.770 dólares por ano e no México, 15.556 dólares.

Kit Só Escola Autismo

O único país avaliado no estudo que ficou atrás do Brasil foi a Indonésia, onde os professores recebem cerca de 1.560 dólares por ano. Os valores são de 2012, com dólares ajustados pela paridade do poder de compra (PPC).

A OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) mantém um ranking da educação em 36 países, no qual o Brasil atualmente está na penúltima posição, à frente somente do México.


Professores brasileiros têm um dos piores salários do mundo

Curta: @SÓESCOLA no Facebook e fique sempre informado!



    1. Cristina Lima 12 de março de 2018
      • Maria J. 15 de abril de 2018
    2. Maria J. 15 de abril de 2018
    3. Edson 26 de abril de 2018
    4. Cosme Gomes da Silva 6 de maio de 2018
    5. Márcia Geraldo Torres 19 de maio de 2018
      • Fabio Nogueira 6 de junho de 2018
    6. Ramiro Ribeiro 17 de junho de 2018
    7. RENATO 20 de junho de 2018
    8. Flávio 27 de junho de 2018
    9. Marcelo Nunes Costa 14 de janeiro de 2019

    Deixe um Comentário