Crianças, Dicas, Dicas para Educadores, Pais e Filhos

As crianças interrompem seus pais quando falam, é normal?


As interrupções são completamente normais: Quando as crianças começam a falar seu vocabulário cresce e eles querem mostrar suas habilidades constantemente falando e explicando as coisas aos pais.

As crianças muitas vezes interrompem seus pais, cada chamada, conversa ou em qualquer outro momento, algo que, sem dúvida, pode irritar e irritar os pais que tentam conversar com outra pessoa.

Os pais não precisam tolerar essas interrupções constantes pelo silêncio em suas conversas, mas não devem perder seus nervos porque este é um comportamento normal em seus pequeninos. As crianças só precisam de orientação e orientação de seus pais para aprender desta maneira o que é o comportamento apropriado, sem ter que proibi-los de dizer o que querem dizer ou que se sentem mal porque não lhes prestam atenção (algo que poderia ser até provocar um birra). Como muitos outros comportamentos de crianças, só precisa de uma pequena orientação firme para melhorar a aprendizagem.

As interrupções são completamente normais

É possível que, quando o seu filho o interrompa, constantemente sente irritação, mas esse impulso de interromper é completamente normal em crianças. É necessário lembrar que durante os primeiros anos de vida, muitos pais respondem instantaneamente às exigências de seus filhos, tanto suas necessidades quanto seus desejos. Portanto, é normal que as crianças desejem essa atenção constante à medida que crescem, então quando eles têm capacidade suficiente para entender (a partir de 3/4 anos), as crianças precisarão aprender a parar de interromper.

A interrupção não é um comportamento de tudo ou nada e há momentos em que as interrupções devem ser permitidas. As crianças aprendem quando é apropriado e quando não é. Está certo para as crianças interromperem quando se trata de uma emergência real porque pode ser algo importante. Mas não é bom interromper a atenção, quando agindo por inveja ou quando eles estão apenas tentando manter os adultos longe da conversa. As crianças aprenderão qual é a informação essencial e quais são os problemas que podem esperar. 

Não deixe de ver: O que é um reforço positivo?

As interrupções são completamente normais – Como ensinar as crianças a não interromperem

Mostre respeito aos seus filhos

O primeiro e mais importante passo é mostrar respeito aos seus filhos. Respeite sua demanda, mesmo que você compare quando terminar a conversa. Desta forma, se você mostrar respeito aos seus filhos em todos os momentos de suas vidas, eles também mostrarão respeito quando necessário. Além disso, lembre-se de que você é o seu melhor exemplo em todas as áreas da vida, também neste. 

Ensina linguagem apropriada

Quando o seu filho está a interromper, ensinar-lhe os sinais certos para fazê-lo sem gerar tensão. Por exemplo, você pode dar um toque no braço, sem interromper verbalmente (sem ter que dizer mãe e mãe gritando o tempo todo) e então você vai lhe correspondem toque e dizer-lhe para esperar um momento, porque quando você terminar a conversa que vai participar . E, claro, quando você terminar a conversa, você deve servir. As crianças aprendem gradualmente auto – controle e sensibilidade social. Quando você interromper corretamente, você deve elogiá-lo para reforçar o bom comportamento.

Defina limites do respeito

Se o seu filho continuar interrompendo, você precisa se entender, então, para a conversa com o adulto, vá até o nível do seu filho e olhe-o nos olhos, diga-lhe que aguarde um momento e, a partir desse momento, você não poderá ouvir mais interrupções e não responda até terminar de falar com o adulto (claro, certifique-se de que não é urgente).

As crianças devem aprender a se comportar e quais são os limites que devem respeitar,mas , para isso, você deve orientá-las e, pouco a pouco, elas a alcançarão.


As crianças interrompem seus pais quando falam, é normal?

As interrupções são completamente normais:

Fonte do site ETAPA INFANTIL – Traduzido por – SÓ ESCOLA.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *