Início Notícias Criado projeto de lei pra demitir servidores públicos concursados

Criado projeto de lei pra demitir servidores públicos concursados

1992
29
COMPARTILHAR

URGENTE! SENADORA CRIA PROJETO DE LEI QUE PREVÊ DEMISSÃO DE SERVIDORES CONCURSADOS EM TODO O PAÍS!

Funcionalismo terá que obrigatoriamente passar por um teste a cada seis meses. Quem não alcançar as notas estabelecidas no novo regulamento será mandado embora. Na Comissão de Assuntos Sociais (CAS), medida deve receber decisão terminativa: se aprovada, não precisará ser votada em Plenário e poderá seguir para a Câmara dos Deputados.
Criado projeto de lei pra demitir servidores públicos concursados
A senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE) apresentou o Projeto de Lei nº 116/2017, que prevê a demissão de servidores públicos concursados, inclusive dos que já passaram e foram aprovados em  estágio probatório. Segundo o Artigo 1º: “Subordinam-se ao regime desta Lei Complementar todos os órgãos e entidades da Administração Pública direta, autárquica e fundacional de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.”
Notícia sobre o tema foi publicada ontem (11), na Agência Senado. Maria do Carmo Alves é da base aliada do Temer (PMDB) e votou pelo afastamento da presidenta Dilma Rousseff (PT), sob a alegação de que era preciso criar “um novo Brasil”. (Ver vídeo ao final).
Pelo projeto da senadora, os servidores públicos do país terão que passar, semestralmente, por uma “avaliação de desempenho”. Todos os que receberem notas inferiores a 30% em quatro avaliações consecutivas perderão seus cargos, independentemente de se são concursados e estáveis ou não. Também perderá o cargo aquele que tiver desempenho inferior a 50% em cinco das últimas dez avaliações. Detalhe: o chefe imediato do servidor, indicado politicamente, inclusive sem concurso público, é que fará a tal “avaliação

29 COMENTÁRIOS

  1. O que falar de um disparate tão grande…. Não tem nenhum sentido uma lei dessas, que coisa mais sem fundamento. pq ela não propõe uma eu que afaste senadores, vereadores, prefeitos e afins que não se comprometem em cumprir o que eles tanto “juram” em campanha em pró do povo, colocar o seu na reta ninguém quer né. ?????

  2. Concordo!
    Acredito que dever ter leis e regimentos mais rígidos para os funcionários públicos com direito a avaliações, assim como ocorrem nas empresas privadas. Não deu certo, rua!
    Sou funcionária pública há 18 anos e neste meio tempo já vi muito servidor fazendo “corpo mole” ou destratando as pessoas no trabalho e ainda permanecem no serviço porque conhecem “alguém” que os mantém na função, mas que se fosse aplicado a lei como deveria ser já estaria na rua há muito tempo. Sem falar que há muitos servidores que nem concursados são e estão ali por indicação de algum politico, o que é outro absurdo.

    • Meus parabéns. Infelizmente tem que ser feito alguma coisa. Hoje querem fazer concurso sabendo que terá estabilidade, portanto só pensam nos vencimentos.

    • Isso é um absurdo, isso só vai servir para as chefia q e cargo de confiança fazer perseguição e mandar em bora o funcionário q muitas vezes quer fazer sei serviços certo, muitas vezes o oposto do q a chefia quer e entrar em contradicao com os mesmos e ser selecionado para ser mandado embora. Isso não funciona pois os mal funcionários fica babando no ovo da chefia para não ser selecionado e aí continua no cargo. se querem melhor o atendimento do serviço público cria um mecanismo onde os clientes vão avaliar os servidor e fassa uma avaliação interna onde oservidorq não merecer por não fazer sei serviço direito seria penalizado de alguma forma.

      • Concordo plenamente com sua opinião, isso só servirá para a politica se tornar mais suja e funcionários dependendo de políticos que só velam por seus partidos e não pelo bem da cidade. Concerteza existe outros meios internos para resolver o corpo mole de quem não faz com compromisso.

    • Onde ja se viu um absurdo desses, voce ser avaliado pro alguem indicado pelo governo sem concurso, algo se não for do governo rua acorda pra vida, e um cargo estável e digno de quem prestpu o concurso para o cargo existr fase probatpria para esse fim, funcionario que nao se adaptar suas funções e readaptado a outra e não rua. Ve se te manca!!!

    • E a Sra acha que com essa lei aprovada , mudará alguma coisa!? Pelo contrário irá tirar a instabilidade de quem estudou , passou noites em claro e muito batalhou pra passar em algum concurso. O que não é fácil, como a Sra mesmo disse existe muito “Quem indique” dentro de algumas entidades públicas.

    • Acho certo desde que comece pelos senadores, deputados, presidentes, vereadores, perfeitos que pass por essas avaliações de 6 em 6 meses não demonstrou desempenho rua.

  3. (Detalhe: o chefe imediato do servidor, indicado politicamente, inclusive sem concursos público, é que fará a tal avaliação.) Isso é uma aberração, já que a maioria dos indicados para cargo de chefia são por pertencerem a um grupo político, não por mérito , ai um concursado que não puxa saco de político vai ser avaliado por ele! Só no Brasil pais imoral!

  4. Concordo em partes com a avalição de servidores, porém, a questão é que a forma como esta senadora esta criando este projeto é um absurdo total. Quem deveria passar por avaliação é o executivo e seu secretariados políticos que entra pela janela da política e fica mamando a teta na vaca pública a custa do nosso dinheiro. Inclusive ela e uma das pessoas que mama muito bem esta teta. Eu passo por avalição anualmente e nao tenho do que reclamar mas da forma com esta agente pública ( servidora) esta fazendo eu Nao concordo!

  5. A cada dia o trabalhador perde mais direitos. Sofremos para passarmos nos concursos diante de tanto cadastro de reserva, leia-se : Vamos fazer caixa. , além de protelar quando a vaga é real. A escravidão está voltando agora com bases legais.

  6. Concordo plenamente, pois o serviço público está cada vez ruim. Muitos servidores públicos concursados pensam que não podem ser demitidos e assim sendo cometem abusos e mais abusos, ficando impunes.
    Exemplo desses abusos são os atrasos no trabalho, como nas escolas e outras repartições.
    Para moralizar o serviço público tem que ter leis mais rígidas sim.
    Assino em baixo, Parabéns Senadora.

  7. Os políticos também deveriam responder a cada 6 meses pelos seus desempenhos e não atingindo os pontos necessários perderiam imediatamente os seus cargos.

  8. Por que ela não cria a lei para colocar os políticos que não fazem nada, a não ser sugar do nosso dinheiro. Vai querer mexer no pobre do trabalhador ? Que tem seu dinheiro suado, para colocar o pão de cada dia dentro de casa. Por favor, senadora, vá se preocupar com conteúdos mais urgentes, ao invés de querer ferrar, com ganha pouco.

  9. Essas pessoas que estão a favor dessa louca, com certeza não são concursados!
    Quem não quer estabilidade no emprego? Todos querem ! Sou concursado, não tive apadrinhamento, passei através de provas com redação, médicos.
    Mata aí essa velha esclerosada, essa FDP, as mudanças só prejudicando os trabalhadores!

  10. “Funcionalismo terá que obrigatoriamente passar por um teste a cada seis meses. Pelo projeto da senadora, os servidores públicos do país terão que passar, semestralmente, por uma “avaliação de desempenho”.

    Acho muito justo, visto que criará motivação para aperfeiçoamento pessoal e profissionalismo.

  11. Acho correto ter avaliação e dispensa do cargo depois de várias notas insatisfatórias. Só não admito avaliação por uma só pessoa e subjetiva. Precisaria ter critérios específicos, como prova escrita objetiva, obrigação de fazer cursos de reciclagem, prova sobre as atividades e sistema, bem como feedback do atendimento ao público. Isso asseguraria serviço público de qualidade, povo bem atendido e afastaria o risco de dispensas de servidores por perseguições políticas.

  12. Que tamanho absurdo dessa senhora. Cargo público ou melhor concursado passou por várias avaliações afinal ele passou numa seleção entre tantos e depois ainda estágio probatório é muito mais eu sinto muito que alguns acham q serviço público não faz nada ou faz corpo mole. Saibam q não podemos generaliza pois sou funcionária pública e não faço Corpo mole e conheço muito que não faz e ainda digo mais se chego atrasada ou faltou eu sou chamada atenção e muito mais. Agora o que precisa é a gestão de alguns órgãos públicos cobram dos seus subordiandos

  13. Os políticos também deveriam prestar uma prova para ver se estão aptos a exercer o cargo que ocupam, e se não forem aptos, deveriam ser demitidos, afinal não se dizem trabalhadores e representantes do povo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here