COESÃO E COERENCIA, Sem categoria

COESÃO E COERÊNCIA


Exercícios de coesão e coerência

Coesão e Coerência

Um dos problemas encontrados com mais frequência nos textos é a falta de coesão
e de coerência. É comum encontrarmos textos que iniciam com um tema e terminam
com outro, mostrando falta de unidade, falta de coerência. Além da
falta de coerência, há falta de coesão, o que torna, muitas vezes, os períodos
ininteligíveis.
Mas, o que é coerência e o que é coesão?
Comecemos pela organização textual. Todo texto é composto por uma
macroestrutura e uma microestrutura.
A macroestrutura refere-se à coerência, ou seja, à manutenção da mesma
referência temática em toda extensão. Para que ela exista é necessário:
a) harmonia de sentido de modo a não ter
nada ilógico, nada desconexo;
b) relação entre
as partes do texto, criando uma unidade de sentido.
c) as partes devem estar inter-relacionadas;
d) expor uma informação nova e expandir o texto;
e) não apresentar contradições entre as idéias;
f) apresentar um ponto de vista, uma nova visão de mundo.

Mas, a coerência é uma característica textual que depende da interação do
texto, do seuprodutor
e daquele que procura compreendê-lo. Muito depende do receptor, de seu
conhecimento de mundo, da situação de produção do texto e do grau de domínio
dos elementos lingüísticos constantes do texto. Veja no exemplo abaixo a falta
desse domínio, o que parece tornar o texto incoerente. Essa incoerência,
proposital neste caso, torna o texto uma piada.
– Eu gosto tanto de frango, mas tenho medo de gripe aviária.
– Ah, mas só dá na Ásia, responderam.
– Justo na parte de que eu mais gosto? (Folha de São Paulo, 18 de março de
2006, p. E13).

Há diversos níveis de coerência:
a) Coerência narrativa : respeito às partes da narrativa e à lógica existente
entre essas partes.
b) Coerência argumentativa : respeito à estrutura argumentativa e ao raciocínio
argumentativo.
c) Coerência figurativa : respeito à combinatória de figuras para manifestar um
dado tema. Por exemplo, dizer que tocavam uma música clássica num baile funk.
d) Coerência temporal: respeito às leis da sucessividade dos eventos.
e) Coerência espacial: respeito à compatibilidade entre os enunciados do ponto
da localização no espaço. Por exemplo, seria incoerente dizer que 450 pessoas
estavam na sala de estar do apartamento.
f) Coerência no nível de linguagem: respeito à compatibilidade entre
personagens e receptor e seus respectivos níveis de linguagem. Um personagem
não escolarizado, dificilmente, produziria textos no padrão culto.
Portanto, a coerência deve ser entendida como um fator que se estabelece no
processo de comunicação. A coerência não existe antes do texto, mas constrói-se
simultaneamente à construção do texto, estreitamente relacionada com a intenção
e conhecimentos dos interlocutores.

A microestrutura refere-se à coesão, ou seja, ligação das frases, concatenação
entre as partes, traços morfossintáticos que garantem o encadeamento lógico.
Para que o texto seja coeso, deve seguir pelo menos um dos mecanismos de
coesão:
a) Retomada de termos, expressões ou frases já ditas.
b) Encadeamento de segmentos do texto, feito com conectores ou operadores
discursivos, tais como então, portanto, mas, já que, porque…
Veja o exemplo baixo
• As regras foram criadas para o bom funcionamento das tarefas, portanto,
aqueles que não as obedecerem serão punidos.
Ao encadear com conectores os segmentos do texto, devemos usá-los de acordo com
a relação que queremos dar a essa união. Por exemplo, se quisermos passar a
idéia de oposição, deveremos usar as conjunções adversativas mas, porém,
contudo, todavia…
As conjunções, pronomes relativos, preposições, elementos conectores, podem ser
encontrados em qualquer gramática de língua portuguesa. Há uma delas nas
referências bibliográficas abaixo.

– Referências Bibliográficas
CUNHA, Celso; CINTRA, Lindley. Nova Gramática do Português Contemporâneo. 3 ed.
Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

MEDEIROS, João Bosco. Português Instrumental. São Paulo: Atlas, 2007.

NETO, Pasquale Cipro. Nossa língua em letra e música. São Paulo: Publifolha,
2003.

PLATÃO e FIORIN. Lições de texto: leitura e redação. 5 ed. São Paulo: Ática,
2006.

SIQUEIRA, João H. Sayeg. O texto: movimentos de leitura, táticas de produção,
critérios de avaliação. São Paulo: Selinunte, 1990.

– Exercícios

COESÃO TEXTUAL

Junte os pares de orações abaixo, de tal forma que entre elas se estabeleça a
relação indicada. Faça as alterações que forem necessárias.

Relação de concessão

a) Seu projeto foi recusado.
b) As explicações foram convincentes.

Relação de finalidade

a) Resolvemos ficar em casa.
b) Assim poderíamos descansar.

Relação de concessão

a) Houve vários imprevistos durante a viagem.
b) Tudo foi cuidadosamente planejado.

Relação de proporção

a) Ele crescia.
b) Ele ficava mais magro.

Relação de comparação

a) Ele era estudioso.
b) Todos os outros alunos da turma eram estudiosos.

Relação de tempo

a) Meus amigos vieram visitar-me.
b) Cheguei de viagem.

Complete o texto abaixo, com as palavras destacadas, de forma a torná-lo coeso
e coerente:

A ansiedade costuma surgir___________________se enfrenta uma situação
desconhecida. Ela é benéfica_____________prepara a mente para desafios,
_________ falar em público. _________________,_____________________ provoca
preocupação exagerada, tensão muscular, tremores, in­sônia, suor demasiado,
taquicardia, medo de falar com estranhos ou de ser criticado em situações
sociais, pode indicar uma ansiedade generalizada, ______________________ requer
acompanhamento médico, ou até transtornos mais graves,_______________________
fobia, pânico ou obsessão compulsiva. __________________ apenas 20% das vítimas
de ansiedade busquem ajuda
médica, o problema pode e deve ser tratado. _______________ se pro­cure um
clínico-geral num primeiro momento, é importante a orientação de um psiquiatra,
_____________________prescreverá a medicação adequada. A terapia, em geral, é à
base de antidepressivos. “Hoje existe uma geração mais moderna desses
remédios”, explica o psiquiatra Márcio Bernik, de São Paulo, coordenador
do Ambulatório de Ansiedade, da Faculdade de Medi­cina da Universidade de São
Paulo. “____________mais eficazes, não provocam ganho de peso nem
oscilação no desejo sexua1.” Outra vantagem: não apresentam riscos ao
paciente caso ele venha a ingerir uma dosagem muito alta.

Fonte: Claudia, nov. 2000.

além de – quando – embora – mas – se – que – que – como – mesmo que – se – como

COESÃO E COERÊNCIA – EXERCÍCIOS
I. Reescreva os trechos fazendo a devida coesão. Utilize artigos, pronomes ou
advérbios. Não se esqueça de que a elipse (omissão de um termo) também é um
mecanismo de coesão.
1. A gravata do uniforme de Pedro está velha e surrada. A minha gravata está
novinha em folha.
2. Ontem fui conhecer o novo apartamento do Tiago. Tiago comprou o apartamento
com o dinheiro recebido do jornal.
3. Perto da estação havia um pequeno restaurante. No restaurante costumavam
reunir-se os trabalhadores da ferrovia.
4. No quintal, as crianças brincavam. O prédio vizinho estava em construção. Os
carros passavam buzinando. As brincadeiras, o barulho da construção e das
buzinas tiravam-me a concentração no trabalho que eu estava fazendo.
5. Os convidados chegaram atrasados. Os convidados tinham errado o caminho e
custaram a encontrar alguém que orientasse o caminho aos convidados.
6. Os candidatos foram convocados por edital. Os candidatos deverão
apresentar-se, munidos de documentos, até o dia 24.
II. Use os pronomes adequados:
1. Um encapuzado atravessou a praça e sumiu ao longe. Que vulto era _____ a
vagar, altas horas da noite, pela rua deserta?
2. Jorge teria dinheiro, muito dinheiro, carros de luxo e mulheres belíssimas.
_____ eram as fantasias que passavam pela mente de Jorge enquanto se dirigia
para o primeiro treino na seleção.
3. Marcelo será promovido, mas terá de aposentar-se logo a seguir. Foi _____
que me revelou um amigo do diretor.
4. Todos pensam que a CPI acabará em pizza, mas não queremos acreditar _____.
5. Luís e Paulo trabalham juntos num escritório de advocacia. _____ dedica-se a
causas criminais, _____ a questões tributárias.
6. Soube que você irá ocupar um alto cargo na empresa e que está de mudança
para uma casa mais próxima do seu local de trabalho. Se _____ me chateou, já
que somos visinhos há tantos anos, _____ me deixou muito contente.

III. Restaure a coesão nas sentenças:
1. Um homem caminhava pela rua deserta: esfarrapado, cabisbaixo, faminto,
abandonado à própria sorte. _____ parecia não notar a chuva fina que caía e
_____ encharcava os ossos.
2. Os grevistas paralisaram todas as atividades da fábrica. _____ durou uma
semana.
3. Vimos o carro do ministro aproximar-se. Alguns minutos depois, _____
estacionava no pátio do Palácio do Governo.
4. Imagina-se que existam outros planetas habilitados. _____ tem ocupado a
mente dos cientistas desde que os OVNIS começaram a ser avistados.
5. O presidente americano disse: Quem é favorável ao Eixo do Mal estará contra
mim. _____ marcou uma etapa nas relações internacionais.


One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *