Início Cultura Projeto festa junina cultura nordestina

Projeto festa junina cultura nordestina

25
0
COMPARTILHAR
Projeto festa junina cultura nordestina

Projeto Festa Junina – Cultura Nordestina

Objetivo Geral:

Como estamos no mês de junho, estaremos trabalhando o tema:
  • festa junina o objetivo principal é enriquecer o conhecimento das turmas quanto aos costumes das festas juninas.
  • isso se dará através de atividades lúdicas e prazerosas, contribuindo para a socialização dos alunos.

Objetivos Específicos:

  • Conhecer as características das festas juninas em diferentes regiões do país;
  • Valorizar e demonstrar atitudes de respeito ao trabalho e ao homem do campo;
  • Compreender a história da festa junina, bem como seu valor dentro do folclore brasileiro, assim destacando aspectos sociais e religiosos;
  • Perceber a importância do trabalho em equipe e a união dos mesmos;
  • Montar uma coreografia para ser apresentada na festa junina.
  • Desenvolver a noção espacial (do aluno em relação a ele mesmo, em relação aos outros, em relação ao espaço de apresentação e em relação à plateia) e a noção rítmica (respeitar o andamento da música, acompanhar o grupo, dançar dentro da melodia musical).

Conteúdo(s) 

Quadrilha Junina nordestina dança e coreografias.
Ano(s) 

Material necessário 

  • Aparelho de som, computador com acesso à internet, uma folha de sulfite, lápis para todos os alunos, uma cartolina e pincel atômico.
  • Músicas 
  • Colagem
  • Recortes
  • Produções de enfeites para a sala
  • Brincadeiras juninas; corrida de saco, dança da cadeira, dança da laranja,estourar balão, corrida do ovo.
  • Ditado junino
  • Origem da festas juninas
Projeto festa junina cultura nordestina

Desenvolvimento do Projeto:

1ª etapa 
Compartilhar o projeto da Quadrilha com os alunos, explicar o que será feito e, em seguida, brincar com ao turma de “Mestre mandou”: colocar uma música animada e deixar que dancem livremente, pausar a música repentinamente e da uma ordem precisa de formação coletiva no espaço. Por exemplo: “Mestre mandou fazer uma roda”; “Mestre mandou fazer duas rodas, uma dentro da outra”; “Mestre mandou fazer um quadrado”; “Mestre mandou fazer um triangulo”; “Mestre mandou fazer a letra X”, a letra “S”, a letra “U”; “Mestre mandou fazer duas filas lado a lado”; “Mestre mandou fazer quatro filas”, e assim sucessivamente.
2ª etapa 
Mostrar dois ou três vídeos de Quadrilhas Juninas e pedir que as crianças registrem, em forma de desenho, as várias formações no espaço que são produzidas ao longo da coreografia. Esta etapa pode ser feita com base nos vídeos disponíveis na internet . Analisar com as crianças o resultado dos desenhos, mostrando quais formas geométricas são usadas na Quadrilha, que ora as linhas são retas, ora são curvas e que a maioria dos desenhos é simétrica. Questionar quais outros desenhos existem e que são possíveis de se fazer numa coreografia e pedir para que a turma desenhe – individualmente ou em pequenos grupos.
3ª etapa 
Com base em todos os registros feitos, eleger com os alunos quais desenhos no espaço farão parte da Quadrilha deles. Disponha as imagens em uma ordem que facilite a ligação entre todas elas. Levar as crianças para um local espaçoso e testar a ordem estabelecida. Fazer as alterações necessárias e desenhar toda a sequência em uma cartolina, como uma grande partitura coreográfica, para que os alunos visualizem bem como será a coreografia.
4ª etapa 
Escolher uma música brasileira bem animada. Ela pode ser instrumental ou cantada. Caso seja escolhida uma com letra, verificar o conteúdo para saber se é adequado à turma. Determinar com que passo os alunos irão se deslocar durante a coreografia.
5ª etapa 
Depois que os alunos estiverem relativamente confortáveis na estrutura coreográfica (com a ordem dos desenhos decorada e fazendo o passo básico no andamento da música), acrescentar movimentos dançantes para as outras partes do corpo, incrementando a coreografia e criando “elementos surpresa” para a plateia, como por exemplo, fazer gestos com os braços, bater palmas em determinado momento, dar pulinhos que façam o corpo girar, fazer movimentos com a cabeça ou com o quadril, agachar ou ajoelhar, realizar flexões de tronco, além de outros movimentos que já tenham sido trabalhados nas aulas de dança e façam parte do repertório dos alunos. Lembrar a todos que esta é uma dança coletiva, onde se dança com o(s) outro(s) e para a plateia.

Produto final 

Apresentação de uma Quadrilha Junina á comunidade escolar tendo assim a interação entre todos.

Avaliação 

Será avaliado no decorrer do projeto a participação, a colaboração e a organização dos alunos durante as atividades propostas.
Projeto festa junina cultura nordestina
___________________
Créditos: Sandra Cavallini
Professora na pós-graduação em Dança e Consciência Corporal da Universidade Gama Filho e da FMU e diretora da Companhia Giz de Cena de Dança Contemporânea.
AUTOR: Nova Escola
ADAPTADO POR: Maria Deiginane de Souza

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here