Início Alunos O Brasil é o número um em mau comportamento na sala de...

O Brasil é o número um em mau comportamento na sala de aula

15
0
COMPARTILHAR
O Brasil é o número um em mau comportamento na sala de aula, segundo pesquisa sobre ensino e aprendizagem da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). 
O Brasil é o número um em mau comportamento na sala de aula, segundo pesquisa sobre ensino e aprendizagem da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).
A indisciplina nas escolas brasileiras foi associada a uma perda significativa de tempo de instrução e oportunidade de aprender. Entre os 34 países participantes na pesquisa em 2008 e 2013, foram os professores brasileiros que disseram gastar mais tempo para manter a disciplina em sala de aula. Em 2013, essa porcentagem chegou a 20%, enquanto a média internacional é de 13%. E 60% dos professores relataram que mais de 10% dos seus alunos têm problemas de indisciplina.
indisciplina acaba sendo um dos fatores mais impactantes na falta de clareza na instrução do professor e na absorção de conteúdo pelos alunos. Mas será que é possível intervir e prevenir o problema de comportamento dos alunos? Será que os professores usam estratégias eficientes para manter a ordem e o respeito dos alunos?
Obviamente os baixos salários, as jornadas duplas, a falta de investimento e valorização na profissão acabam provocando professores cansados, desmotivados e sem tempo para se qualificar melhor. Por isso é importante que os professores se juntem para compartilhar seus conhecimentos e descobertas. Compartilhar é se importar! Pois há técnicas para mitigar o problema do mau comportamento. Lidando de forma adequada, é possível sim melhorar. E qualquer melhora desperta no aluno mais aprendizado e no professor, um sentimento de realização, satisfação e glória.

Confira um vídeo disponibilizado pela equipe do Jornalismo Novo Tempo em seu canal do YouTube:

Tags: bom professor, conhecimento a mais, controle de turma, dicas para professores, disciplina, evidências na educação, indisciplina, indisciplina escolar, novas tendências, novo professor, práticas pedagógicas, tendências pedagógicas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here