Início Artigos Educacionais As fases do desenvolvimento da criança e sua importância

As fases do desenvolvimento da criança e sua importância

46
0
COMPARTILHAR
As fases do desenvolvimento da criança e sua importância
A doutora Rosana Alves é psicóloga e neurocientista, e dá algumas dicas e conselhos importantes aos pais a respeito das características de cada fase do desenvolvimento infantil, e como lidar melhor com os comportamentos das crianças em cada fase da vida. Antes das dicas, um conselho especial a todos que estão lendo e assistindo a este material:
“Aquelas, a quem é confiado o cuidado das crianças são, muitas vezes, ignorantes em relação às necessidades físicas destas; pouco sabem das leis de saúde ou dos princípios do desenvolvimento. Tampouco estão melhor aparelhadas para cuidar do crescimento mental e espiritual das crianças. Podem ter habilitações para dirigir negócios ou brilhar na sociedade; podem ter adquirido louváveis conhecimentos na literatura e ciências; mas do ensino de uma criança pouco conhecimento possuem. Sobre os pais, bem como as mães, recai a responsabilidade do primeiro ensino à criança, tanto como do ensino posterior; e a ambos os pais é urgentíssima a necessidade de preparo cuidadoso e completo. Antes de tomar sobre si as responsabilidades da paternidade ou maternidade, homens e mulheres devem familiarizar-se com as leis do desenvolvimento físico; com a fisiologia e higiene no que dizem respeito às influências pré-natais; com as leis da hereditariedade, sanidade, vestuário, exercício e tratamento de moléstias; devem também compreender as leis do desenvolvimento mental e do ensino moral.” – Orientação da Criança, p.63.
Segundo a doutora Rosana, as fases do desenvolvimento podem ser divididas e resumidas assim:
  • Pré-natal: a criança ainda está no útero, e as principais funções e órgãos estão sendo formados.
  • Até os 4 a 5 meses: quando a criança está aprendendo sobre o seu corpo e o meio externo.
  • Até os 2 anos: já começa a aprender a falar, e desenvolve sua capacidade de comunicação verbal.
  • Até os 4 anos: a criança começa a perceber a diferença entre os sexos femininos e masculino.
  • Aos 8 anos: quando a criança inicia um processo de internalização da moral. Ela já sabe o que é certo e errado, independente do que os pais ensinam, ou seja, ela começa a perceber isso por si mesma e tomar decisões a partir dessas descobertas.
  •  12 anos: início da adolescência, que dura até os 19 anos. Em alguns casos pode durar até os 21 anos, e em outros, como nas pessoas afetadas pela síndrome de Peter Pan, pode durar a vida toda. Depois disso, em geral, entramos na fase adulta.
Fonte: Novo Tempo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here