Início Artigos Educacionais Ansiedade Infantil: Um problema que precisa ser acompanhado de perto.

Ansiedade Infantil: Um problema que precisa ser acompanhado de perto.

4
0
COMPARTILHAR
Ansiedade Infantil: Um problema que precisa ser acompanhado de perto.
Ansiedade Infantil: Um problema que precisa ser acompanhado de perto.
A ansiedade é um problema que não acomete apenas os adultos: muitas crianças, mesmo nos primeiros meses de vida, dão sinais de inquietude e irritação, que em níveis altos, pode se tornar um problema maior, que atinge cerca de 13% das crianças e adolescentes até os 17 anos de idade.
Choro em excesso, necessidade de ter sempre um adulto por perto, falta de paciência e troca constante de atividade podem ser sinais de uma criança ansiosa.

Em um artigo do site Pediatra em Foco, Alessandro Loiola, da Clínica Infantil Reibscheid, dá algumas dicas para diagnosticar e tratar o problema.
A ansiedade, no entanto, não tem apenas aspectos negativos. Ter alguma ansiedade é comum e serve como estímulo para realizar tarefas diárias. Mas quando a ansiedade acontece em excesso, pode atrapalhar o desenvolvimento da criança e do adolescente.
Até os 6 anos, é relativamente comum que as crianças fiquem ansiosas em situações em que estão longe dos pais, ou sabem que uma atividade atraente está por acontecer. Nessas situações, voltam a ansiedade para as relações com os colegas e tarefas escolares. Crises também podem acontecer quando a criança passa por alguma mudança significativa, como mudança de cidade ou escola, a morte de um ente querido e a chegada de um irmão.
A família tem um papel muito importante no desenvolvimento infantil. Os exemplos e a forma como as crises são tratadas ajudam muito na superação.
Uma dica é não delegar à criança responsabilidades de adulto. Ela precisa brincar, se divertir e desenvolver sua maturidade no seu próprio ritmo. Outra saída é reduzir ou mesmo eliminar o consumo de estimulantes, como café, açúcar e refrigerantes, principalmente à noite. Atividades físicas ajudam a criança a ter um sono mais saudável e tranquilo, que reduz a ansiedade no dia seguinte.
Assim que perceber algo de diferente com a criança, converse com ela. Se achar necessário, consulte um profissional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here