CONFIRA: LISTA COM 1000 ATIVIDADES PRONTAS PARA IMPRIMIR

O QUE A CONVERSA REPRESENTA NO UNIVERSO INFANTIL?



O QUE A CONVERSA REPRESENTA NO UNIVERSO INFANTIL
Não deixe de conversar com as crianças

Um tema como este só pode ser tratado a partir de um ponto de vista específico, que é o da escola que chamamos de "nova", em que há uma visão democrática de educação e em que o aluno é visto como tendo muito a contribuir para a direção do processo de aprendizagem. Neste modelo, que segue o construtivismo e muitas das visões de Paulo Freire, a roda está presente como lugar de escuta e de fala, em que a criança exerce o papel de um ser ativo e construtor de conhecimento. 

Leia também: 


Além da visão de reconhecer a infância como o momento propício para a entrada na sociedade através da convivência na escola com seus primeiros pares, da mesma idade ou não; estes são seus primeiros "conhecidos" que não pertencem ao núcleo familiar.

De acordo com a visão explicitada, a escola é vista como lugar de construção de conhecimento e de troca, onde o diálogo é a forma em que esta construção acontece. A roda pode acontecer desde o menor grupo, de 1 a 2 anos, focando-se na comunicação baseada em relatos que os pais mandam e através de manifestações não verbais, e deve manter o lugar de importância em todos os níveis de educação posterior a este.

Não deixe de ver:



Primeiro contato com a escola

O grupo que vou tomar como exemplo, por ser minha área de atuação há 08 anos, é a faixa etária de 03 a 04 anos de idade. Nesta idade, a fala das crianças já está começando a se estabelecer e o funcionamento e importância da roda também, caso a criança já esteja na escola anteriormente, mas, se não estiver, já há uma capacidade de compreensão sobre a importância da fala e da troca com os colegas que vai se construindo.

O QUE A CONVERSA REPRESENTA NO UNIVERSO INFANTIL?
Conversar é muito importante
Você poderá gostar de:


É em roda que as crianças se escutam e através dela, se identificam com seus colegas, criando laços de afinidade, pois passam a perceber o outro a partir de sua fala, com suas diferenças e semelhanças e podem se relacionar, formando vínculos cada vez mais fortes e profundos. É assim que um punhado de crianças que se conhece bem pode se tornar um grupo de fato, com uma intimidade maior.

A roda é o lugar de se olhar, de escutar, de falar e de ser ouvido. É onde os pequenos elaboram seu discurso, aprendendo a perguntar, a responder, a escutar a resposta e a pergunta do outro, podendo refletir e se colocar sempre que precisar.

Veja também:



Quando compreendem que este é o espaço garantido que eles têm para se colocar, as crianças guardam suas "novidades" para contar no momento da roda, e trazem suas intimidades, eventos importantes que acontecem fora da escola para dividir com os amigos, demonstrando perceber exatamente a importância dela e do suporte que o grupo pode dar para que ele elabore e até valide ainda mais suas ideias e vivências mais intensas.

Artigo por Carolina de Souza Rodrigues Torres | recebemos por E-MAIL.

COMENTE pelo Facebook:

Postagens Relacionadas

Próximo
Anterior

0 comentários:

Acompanhe !!

Conteúdo para Estudantes, Pais e Professores.

Exercícios, Atividades Educativas, Alfabetização infantil, Atividades Infantis, Atividades Lúdicas, Atividades para Imprimir, Atividades Pedagógicas, Atividades para Professores, Artesanato, Artigos Educacionais, Autismo, Berçário, Moldes para Imprimir, Datas comemorativas, Maternal, Folclore, Planos de Aula, Sequências Didáticas, Planos de Aula, Livros Infantis, Início Ano Letivo, Desenhos para colorir, Imagens Educativas, Notícias sobre os Vestibulares e Enem, Monografias e mais.