CONFIRA: LISTA COM 1000 ATIVIDADES PRONTAS PARA IMPRIMIR

DISSERTAÇÃO



DISSERTAÇÃO - AULA 2
O parágrafo pode processar-se de diferentes maneiras:

 1- ENUMERAÇÃO

- Caracteriza-se pela exposição de um série de coisas, uma a uma. Presta-se bem à indicação de características, funções, processos, situações, sempre oferecendo o complemente necessário à afirmação estabelecida na frase nuclear. Pode-se enumerar, seguindo-se os critérios de importância, preferência, classificação ou aleatoriamente.
 Exemplo: O adolescente moderno está se tornando obeso por várias causas: alimentação inadequada, falta de exercícios sistemáticos e demasiada permanência diante de computadores e aparelhos de tv.

 Exercícios - No seu caderno , coloque a frase núcleo. Abaixo dela, apenas enumere os elementos que completarão a frase. Depois monte um parágrafo.
Exemplo: Devido à expansão das igrejas evangélicas, é grande o número de emissoras que dedicam parte da sua programação à veiculação de programas religiosos de crenças variadas.
Enumeração -
A) A Santa Missa em seu lar
B) Terço Bizantino
C) Despertar da Fé
D) Palavra de Vida
E) Igreja da Graça no Lar
1) Inúmeras são as dificuldades com que se defronta o governo brasileiro diante de tantos desmatamentos, desequilíbrios sociológicos e poluição.
2) Existem várias razões que levam um homem a enveredar pelos caminhos do crime.
3) A gravidez na adolescência é um problema seríssimo , porque pode trazer muitas conseqüências indesejáveis.4) O lazer é uma necessidade do cidadão para a sua sobrevivência no mundo atual e vários são os tipos de lazer .
5) O Novo Código Nacional de trânsito divide as faltas em várias categorias.

 2- COMPARAÇÃO

- A frase nuclear pode-se desenvolver através da comparação, que confronta idéias, fatos, fenômenos e apresenta-lhes as semelhanças ou dessemelhanças.

 Exemplo: “A juventude é uma infatigável aspiração de felicidade; a velhice, pelo contrário, é dominada por um vago e perrsistente sentimento de dor, porque já estamos nos convencendo de que a felicidade é uma ilusão, que só o sofrimento é real. “ (Arthur Schopenhauer)

 Exercícios- A partir das frases abaixo, desenvolver parágrafos com comparações.
1) A tensão do futebol é igual à tensão da vida.
2) Uma coisa é escrever como poeta, outra como historiador.
3) Assim como as palavras, as expressões fisionômicas também têm a sua linguagem.
4) Indubitavelmente, o vestibular pode ser comparado a uma angustiante corrida de obstáculos.
4) O lazer é uma necessidade do cidadão para a sua sobrevivência no mundo atual e vários são os tipos de lazer .
5) O Novo Código Nacional de trânsito divide as faltas em várias categorias



EXEMPLOS DE ESTRATÉGIAS ARGUMENTATIVAS

EXEMPLIFICAÇÃO:
As pessoas leigas em folclore podem imaginar que as manifestações dessa forma de cultura ocorrem mais no campo e nas pequenas cidades do que nas metrópoles. Mas não é bem assim, como o demonstram as expressões de folclore observadas na cidade de São Paulo, que exemplificam a aculturação, e citadas a seguir: é hábito das famílias, no sábado à noite, comerem pizza (aculturação italiana); no domingo, preparam, por exemplo, churrasco à moda gaúcha (aculturação espanhola), que saboreiam, tomando cerveja (aculturação alemã); na rua, a garotada organiza um jogo de futebol (aculturação inglesa). Crianças empinam pipas, fazem telefone-sem-fio e cata-ventos (que vieram através dos portugueses). (...) A rua onde moram tem o nome de Alameda dos Tupinambás (nomenclatura Tupi), come-se pipoca (também do Tupi). Mães cantam, entre outras, a canção de ninar (de aculturação africana bantu): Tutui Marambá / não venha mais cá / que o pai da criança / te manda pegar. Jovens jogam capoeira (também do bantu).
(...) É evidente que o processo de aculturação no Brasil é complexo, quando se fala de folclore; não se pode aceitar a solução simplista de contribuições apenas de portugueses, índios e africanos.
(Jornal Leitura – Adaptação)
--------------------------------------------------

ORGANIZAÇÃO TEMPORAL E OU ESPACIAL:
Os estrangeirismos formam uma fonte inestimável de riqueza do idioma pátrio. Na Idade Média, o português era falado com uso de apenas 15 000 palavras. Em meados do século XIX, os dicionários registravam cerca de 90 000 vocábulos. Na década de 1980, um levantamento da Academia Brasileira de Letras dava conta da existência de 360 000 palavras. Os “empréstimos” de palavras estrangeiras, longe de empobrecer, tornam a língua hospedeira mais abrangente e culta. Não poderia ser de outra maneira. Tudo o que vem de fora, para simplificar, permanece.
(Veja, 29 de agosto de 2001)
--------------------------------------------------

ENUMERAÇÃO:O Poema sujo, de Ferreira Gullar, compõe-se de visões e sensações da infância e juventude do poeta construídas pelo adulto. As imagens se sucedem vertiginosamente, superpondo o menino, o adulto, a cidade, a terra, as mulheres, o pai, as vozes, os pássaros, a velocidade, a riqueza e a pobreza. Esses elementos são jogados a todo o tempo com os sentimentos de perda e resgate – distância e exílio de um lado; recuperação e proximidade, de outro. O tecido poético compõe com o tempo uma rede que sustenta essa multiplicidade de percepções, conferindo unidade à obra.
(Texto elaborado por Cid Ottoni Bylaardt)
--------------------------------------------------

COMPARAÇÃO / CONTRAPOSIÇÃO:
Não se pode imaginar contraste mais violento do que o existente entre as duas regiões. De um lado, a terra escura, pegajosa, úmida, cavada de sulcos ou embebida de água, com árvores frutíferas, canaviais, rios luminosos. De outro lado, o caos de pedras cinzentas cravadas em desordem no chão de argila seca, rachado pelo sol, e vastas extensões de areia ardente. (...) À paisagem voluptuosa da cana-de-açúcar, em que tudo é tentação de vadiar, de dormir, de sonhar, de amar, opõe-se esta paisagem dura, angulosa, trágica.

(Roger Bastide, Brasil – terra de contrastes)
--------------------------------------------------

CAUSA E CONSEQÜÊNCIA:
Uma parcela do mundo masculino assiste aliviada à invasão das mulheres na sociedade contemporânea. Duas conseqüências desse fenômeno bastariam para considerá-lo como positivo: a amenização das relações no trabalho, com a introdução do jeitinho feminino, e a maior sinceridade nas relações afetivas, provocada pela equivalência das posições do homem e da mulher nos vínculos amorosos. Há ainda, acima de tudo, um efeito inquestionável: o homem se liberta da responsabilidade de conduzir sozinho o processo social, dividindo-o agora com a mulher.
(Texto elaborado por Cid Ottoni Bylaardt)
--------------------------------------------------

EXPOSIÇÃO DE DADOS ESTATÍSTICOS:
O medo de perder a ereção na hora H assombra 54% do universo masculino. Não, ele não é infundado. Disfunções como a ejaculação precoce e a impotência sexual afetam grande parte dos brasileiros. A ejaculação precoce costuma ser um pesadelo para quase a metade dos homens entre 18 e 60 anos. A incidência é maior entre os mais jovens (e, obviamente, mais ansiosos). Se você tem dúvidas a respeito, saiba que existem medidas para determinar o problema: a ejaculação é precoce quando ocorre antes de dois minutos de sexo. Ou quando em 50% das relações ela vem antes que a parceira chegue ao clímax. É claro que se está falando, aqui, de uma mulher sem dificuldades na cama.
(Veja, 21 de março de 2001. p.119)
--------------------------------------------------

DEFINIÇÃO / CONCEITUAÇÃO:
O poeta verdadeiramente engajado não é aquele que reage como bom cidadão às influências do presente, mas aquele que, perseguindo seu instinto solitário, exprimindo sua via interior, é dotado de sensores que dão a seu discurso um valor profético. O senso do que advirá sobre o plano da história é obscuramente adivinhado por ele, e pré-figurado nas angústias ou nas esperanças de que ele vive, solicitado já por um futuro que ele, como todos nós, ignora, mas que determina seu pensamento, sua paixão, seu ser.
(Predrag Matvejevitch)
--------------------------------------------------

CONTRA-ARGUMENTAÇÃO:
As análises que têm sido feitas da novela Um copo de cólera, de Raduan Nassar, apontam geralmente dois pólos antagônicos sobre os quais se desenvolvem os elementos narrativos: o desenvolvimento sexual e o desempenho lingüístico do narrador. Ao invés de pólos, entretanto, preferimos considerar a sexualidade e a linguagem como engrenagens que se movimentam mutuamente. Por mais, entretanto, que o narrador procure esconder do leitor seus receios daquilo que se configura como um confronto sexual, reduplicando em seguida no confronto lingüístico, ele deixa descuidadamente alguns indícios no palco do espetáculo, que o leitor atento recolhe e que lhe possibilita remontar a estrutura narrativa.
(Texto elaborado por Cid Ottoni Bylaardt)




COMENTE pelo Facebook:

Postagens Relacionadas

Próximo
Anterior

0 comentários:

Acompanhe !!

Conteúdo para Estudantes, Pais e Professores.

Exercícios, Atividades Educativas, Alfabetização infantil, Atividades Infantis, Atividades Lúdicas, Atividades para Imprimir, Atividades Pedagógicas, Atividades para Professores, Artesanato, Artigos Educacionais, Autismo, Berçário, Moldes para Imprimir, Datas comemorativas, Maternal, Folclore, Planos de Aula, Sequências Didáticas, Planos de Aula, Livros Infantis, Início Ano Letivo, Desenhos para colorir, Imagens Educativas, Notícias sobre os Vestibulares e Enem, Monografias e mais.